• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

'Saída é negativa para a Petrobras e para o Brasil', diz Hartung sobre pedido de demissão de Parente

Política

'Saída é negativa para a Petrobras e para o Brasil', diz Hartung sobre pedido de demissão de Parente

Governador do Espírito Santo frisou, no entanto, que a atitude do agora ex-presidente da Petrobras é compreensível, tendo em vista a situação do país

Segundo Hartung, pedido de demissão de Pedro Parente é compreensível

O governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, se posicionou a respeito do pedido de demissão do agora ex-presidente da Petrobras, Pedro Parente, ocorrido na manhã desta sexta-feira (01). Segundo Hartung, a atitude de parente é compreensível, mas é ruim à Petrobras e ao Brasil.

"Pedro Parente foi levado à presidência da empresa no pior momento da história da Petrobras e liderou seu bem sucedido processo de recuperação. O pedido de demissão dele é compreensível em face da problemática conjuntura que vive o país, mas eu tenho certeza que a sua saída é negativa para a Petrobras e para o Brasil", destacou o governador, por meio de nota.

A informação sobre o pedido de demissão está no site da empresa. Parente vinha sendo pressionado a entregar o cargo em função da política de preços da empresa e da greve dos caminhoneiros que parou o País. Ele teve reunião com o presidente Michel Temer nesta manhã.

O encontro - e a demissão - ocorrem após o governo lançar medidas com custo de R$ 13,5 bilhões para baixar o preço do diesel e ajudar a encerrar a greve dos caminhoneiros.

Em fato relevante, a companhia informa que a nomeação de um CEO interino será examinada pelo Conselho de Administração ao longo desta sexta-feira, e que a composição dos demais membros da diretoria executiva não sofrerá qualquer alteração.