Auditores da Receita dizem não à proposta de reajuste do governo

Política

Auditores da Receita dizem não à proposta de reajuste do governo

Redação Folha Vitória

Brasília - Os auditores fiscais da Receita Federal rejeitaram a proposta apresentada pelo governo federal de reajustar os salários em 21,3% em quatro parcelas - a serem pagas entre 2016 e 2019.

Em nota, o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco Nacional) informa que não enviará representante para a reunião de hoje à tarde com o secretário Sérgio Mendonça, de Relações do Trabalho, convocada pelo Ministério do Planejamento, para saber a resposta do funcionalismo.

Os auditores consideram que a proposta de reajuste de 21,3% não recupera as perdas acumuladas com a inflação passada. O presidente do Sindifisco, Cláudio Damasceno, classificou o índice apresentado de "ridículo".

Em assembleia hoje, os auditores vão votar a possibilidade de entrar em operação padrão nos portos, aeroportos e zonas de fronteiras. Até agora, eles vinham realizando a Operação Meta Zero, de represamento de créditos tributários de operações realizadas pela Receita, e o Dia Nacional sem Computador.