• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Número de eleitores do Espírito Santo cresce 11,3% em oito anos

Política

Número de eleitores do Espírito Santo cresce 11,3% em oito anos

A cidade que tem o maior eleitorado é Vila Velha, onde esse número chega a 316,6 mil. Serra aparece em segundo lugar, Cariacica em terceiro e Vitória em quarto

O Estado terá 12 mil jovens eleitores a mais, em comparação com as eleições de 2010 Foto: Agência Brasil

Dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apontam que o número de eleitores do Espírito Santo cresceu 11,3% nos últimos oito anos. O montante saiu de 2,44 milhões, em 2008, para 2,71 milhões em 2016.

A cidade que tem o maior eleitorado é Vila Velha, onde esse número chega a 316,6 mil. Serra aparece em segundo lugar, com 308,1 mil eleitores; Cariacica em terceiro, com 255,4 mil e Vitória em quarto, com 232,8 mil eleitores.

Em contrapartida, entre os municípios com o menor número de eleitores estão Divino São Lourenço, atualmente com 3.681 (contra 4.158 em 2008); Mucurici, que possui 4.851 e Dores do Rio Preto, que contabiliza 5.696 habitantes aptos a votar.

O TSE também divulgou informações complementares do eleitorado brasileiro, como nível de escolaridade, faixa etária e gênero. 

Entre os capixabas, 29,65% têm ensino fundamental incompleto; 20,44% ensino médio completo; 18,7% ensino médio incompleto; 8,28% apenas lê; 7,75% tem ensino fundamental completo e 7,03% ensino superior completo. Analfabetos somam 4,32%.

A maioria tem entre 30 e 34 anos (11,58%), seguida por 35 a 39 anos (11,18%); 25 a 29 anos (10,94%); 40 a 44 anos (9,49%); 45 a 49 anos (8,89%), 50 a 54 anos (8,51%) e 21 a 24 anos (8,31%). 

Além disso, 52% do eleitorado capixaba é composto por mulheres e 772,4 mil (dos 2,71 milhões) já fizeram o cadastro biométrico. Dos 78 municípios do Espírito Santo, 33 já concluíram o procedimento.

Segundo turno

Como o segundo turno está restrito aos municípios com mais de 200 mil eleitores, apenas Vitória, Vila Velha, Serra e Cariacica poderão sediar a disputa no Estado neste ano. Elas se somam a outras 88 cidades brasileiras onde o segundo turno será possível, caso nenhum dos candidatos obtenha mais da metade dos votos válidos.