Líder dos Democratas na Câmara diz que governo alimenta o confronto com o Senado

Política

Líder dos Democratas na Câmara diz que governo alimenta o confronto com o Senado

Redação Folha Vitória

Brasília - O líder dos Democratas, deputado federal Mendonça Filho (PE), fez nesta terça, 11, duras críticas à tentativa do governo federal de firmar um acordo de governabilidade com o Senado e disse que a Câmara não vai ficar passiva. Segundo ele, a reaproximação da presidente Dilma Rousseff (PT) com o presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL) por meio do encaminhamento de um pacote de medidas propostas pelo senador ao Executivo só agravará ainda mais a crise.

"São iniciativas que alimentam o confronto. A discussão na reunião de lideres é que a Câmara não vai ficar passiva e em posição de que parte do parlamento (Câmara) é irresponsável e parte, o salvador da pátria", disse Mendonça Filho após reunião de lideres na tarde desta terça.

Sobre a tentativa do governo de tentar reorganizar a base na Câmara também por meio de uma pauta única, o líder do DEM foi enfático: "isso mostra o nível de ausência de agenda do próprio Executivo. É o líder do governo com uma pauta, o presidente do Congresso com outra, o da Câmara com outra enquanto na verdade o que não se tem é uma pauta da sociedade", concluiu.