Presidente da CPI do Carf quer prorrogar trabalhos da comissão

Política

Presidente da CPI do Carf quer prorrogar trabalhos da comissão

Redação Folha Vitória

Brasília - O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), Ataídes Oliveira (PSBD-TO), quer prorrogar o prazo de atuação da comissão. A previsão é que os trabalhos da CPI sejam encerrados em 15 de setembro, mas, pelo volume de documentos, Oliveira acredita que o prazo precisa ser prorrogado. "Vejo, sim, essa possibilidade", afirmou.

Com dois dos convocados utilizando liminares para permanecer calados e outros dois faltantes, a comissão encerrou por volta das 12h15 a sessão desta quinta-feira, 27. Os ex-conselheiros Jorge Victor Rodrigues e José Ricardo da Silva rejeitaram participar de uma sessão secreta e se negaram a responder perguntas.

"Não tenho absolutamente nada a ver (com o esquema), não há qualquer prova no processo de que eu tenha qualquer relação com qualquer um dos investigados", afirmou Rodrigues.

O lobista Alexandre Paes dos Santos Neto apresentou petição dizendo que está em Orlando (EUA) para acompanhar o tratamento quimioterápico de sua irmã. O presidente da comissão pediu à secretaria da CPI que prepare pedido de condução coercitiva de Neto.

Já o ex-presidente do Carf Edson Rodrigues não compareceu à sessão e enviou atestado médico afirmando que está com laringite.