Fundo de R$ 3,6 bi para financiar campanha de 2018 já nasceu morto, diz Ferraço

Política

Fundo de R$ 3,6 bi para financiar campanha de 2018 já nasceu morto, diz Ferraço

Redação Folha Vitória

São Paulo - O senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) afirmou a jornalistas, em São Paulo, que o fundo partidário de R$ 3,6 bilhões para financiar a campanha eleitoral de 2018 "já nasceu morto". Se for aprovado na Câmara, o Senado vai barrar sua criação, disse o deputado nesta segunda-feira, 21, destacando que os custos das eleições no Brasil precisam ser reduzidos.

"O fundo não tem pé nem cabeça. É uma bofetada na face da população brasileira", disse o tucano, após participar de debate no Fórum Estadão que discutiu a reforma política. No debate, o senador já havia se posicionado contra a criação do fundo.

Para Ferraço, o financiamento da campanha deve ser principalmente de contribuições individuais. "Não é possível que o Brasil continue financiando as eleições mais caras do mundo", disse.