• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Camisetas viram ícone de campanha de Manuela e ajudam PCdoB a arrecadar dinheiro

  • COMPARTILHE
Política

Camisetas viram ícone de campanha de Manuela e ajudam PCdoB a arrecadar dinheiro

Camisetas com frases feministas, tradicionalmente usadas pela pré-candidata à Presidência da República pelo PCdoB, Manuela d'Ávila, viraram um ícone da sua campanha e estão sendo usadas por partidários para levantar fundos. Modelos P, M e G com as frases "lute como uma garota" e "rebele-se" podiam ser adquiridas na convenção do partido por R$ 40 cada uma, na manhã desta quarta-feira, 1. Além das peças à venda, era possível ver diversas militantes desfilando modelos similares pelo evento.

A banquinha das camisetas desta quarta foi organizada pelo pré-candidato a deputado distrital Leonardo Matheus, da União da Juventude Socialista (UJS). Essas vendas serão usadas para financiar a campanha de Matheus, que é apoiado pela UJS. Segundo ele, outras organizações regionais do partido também estão usando a mesma tática para levantar fundos, com a popularidade das camisetas.

Uma das poucas mulheres na corrida presidencial e com apenas 36 anos, Manuela tem atraído o público jovem e feminino, apesar de contar com apenas 1% das intenções de voto nas pesquisas até agora. "Estou comprando para a minha filha de 16 anos que me pediu uma dessas quando viu Manuela usando", disse a secretária de Estado do Planejamento e Orçamento do Maranhão, Cynthia Mota Lima, ao escolher um dos modelos na banca de Matheus. Essa foi a quinta camiseta vendida no dia pelo pré-candidato do Distrito Federal.

Manuela também vestia um modelo similar com a frase "lute como uma garota" na manhã de hoje. A mesma frase foi ostentada pela presidenciável em diversas outras ocasiões como no programa de entrevistas "Roda Viva" e na prisão do ex-presidente Lula, em que a declaração aparecia em uma bolsa usada por Manuela. "Essa eu comprei numa loja", disse Manuela a jornalistas. Questionada se o uso da vestimenta pode já ser considerado uma declaração de voto, Manuela brincou: "Se você usar, vai ajudar na campanha".