• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

"O que eles pensam sobre...": temas polêmicos dividem concorrentes ao Palácio Anchieta

Política

"O que eles pensam sobre...": temas polêmicos dividem concorrentes ao Palácio Anchieta

O Folha Vitória propôs aos candidatos ao Governo do Estado que respondessem sobre alguns dos temas mais polêmicos que são levantados durante as eleições

Camila Valadão, Mauro Ribeiro, Paulo Hartung, Renato Casagrande e Roberto Carlos são adversários Fotos: Everton Nunes

O Folha Vitória propôs aos candidatos ao Governo do Estado responderem na série “O que eles pensam sobre...”, a opinião deles sobre alguns dos temas mais polêmicos discutidos durante a campanha eleitoral. O Folha Vitória publicou o que os candidatos achavam** dos seguintes temas: redução da maioridade penal; união estável homoafetiva; atos de vandalismo em protestos; legalização da maconha; pedágio na Terceira Ponte, Rodovia do Sol e na BR-101 e descriminalização do aborto.

Redução da Maioridade Penal

 A medida é apontada por algumas pessoas como a solução ao crescente número de crimes envolvendo menores com 16 e 17 anos. Por outro lado, os opositores da proposta alegam que a redução da maioridade penal só contribuiria para aumentar a população carcerária e não combateria as causas que levam os jovens ao crime.  Clique aqui e confira o que os candidatos pensam sobre a redução da maioridade penal.

Casamento Gay

O reconhecimento de casamento entre pessoas do mesmo sexo no Brasil,  união estável foi declarado possível pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2011. Desta forma, no Brasil, são reconhecidos às uniões estáveis homoafetivas todos os direitos conferidos às uniões estáveis entre um homem e uma mulher. Clique aqui e confira o que os candidatos pensam sobre a união estável homoafetiva.

Vandalismo durante protestos

A maior manifestação já realizada no Espírito Santo, que contou com cerca de 100 mil pessoas, ocorreu em junho de 2013 .  Houve tumulto, quebra-quebra, saques, vandalismo e destruição dos prédios da Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça e Ministério Público do Espírito Santo. Os manifestantes quebraram também as cabines do Pedágio da Terceira Ponte. Menos de um ano depois, em abril deste ano, o Governo do Estado suspendeu o pedágio. Clique aqui e confira o que os candidatos pensam sobre os atos de vandalismo em protestos.

Legalização da maconha

No Brasil, não existe mais a pena de prisão para o consumo ou posse de pequena quantidade de drogas para uso pessoal, inclusive a maconha. O artigo 28 da lei nº 11.343/2006,25 de  2006 prevê novas penas para os usuários de drogas. As penas previstas são: advertência sobre os efeitos das drogas; prestação de serviços à comunidade ou medida educativa de comparecimento a programa ou curso educativo. Clique aqui e confira o que os candidatos pensam sobre a legalização da maconha.

Pedágio em vias no ES

O pedágio na Terceira Ponte foi suspenso em abril deste ano depois do Tribunal de Contas do Estado ter sugerido que a Rodosol teria se beneficiado de R$ 800 milhões no contrato da ponte.No dia 18 de maio começaram as cobranças nas praças do pedágio da BR-101. Para cortar todo o Espírito Santo pela via, o motorista tem de desembolsar R$ 21,70, isso para quem trafega de carro. Clique aqui e confira o que os candidatos pensam sobre os pedágios.

Descriminalização do aborto

O aborto é proibido no Brasil, apenas com exceções quando há risco de vida da mãe causado pela gravidez, quando essa é resultante de um estupro e se o feto não tiver cérebro. Nesses três casos, permite-se à mulher optar por fazer ou não o aborto. Quando essa decide abortar, deve realizar o procedimento gratuito pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Clique aqui e confira o que os candidatos pensam sobre a descriminalização do aborto.

**Cada candidato foi convidado a apresentar sua opinião em até 1.000 caracteres (cerca de 20 linhas). Ficou a critério de cada candidato usar todo o espaço disponível ou não. A produção do Folha Vitória apresenta as respostas enviadas na íntegra, sem edição.