Líderes do governo dizem que País está em jogo, ao defender manutenção dos vetos

Política

Líderes do governo dizem que País está em jogo, ao defender manutenção dos vetos

Redação Folha Vitória

Brasília - O líder do governo, José Guimarães (PT-CE), afirmou nesta terça, 22, que acredita que a responsabilidade de manutenção do veto da presidente Dilma Rousseff para o reajuste do Judiciário não é apenas um compromisso da base aliada e sim de todos os parlamentares. "O que está em jogo não é um governo e sim o País", disse.

Nesta terça também o líder do PMDB da Câmara, Leonardo Picciani (RJ), informou que a presidente Dilma pediu a realização hoje à noite da sessão do Congresso que vai apreciar 32 vetos presidenciais. "Vai ser votado. Ela pediu", disse o peemedebista. Anteriormente, o governo se articulava para esvaziar a sessão e evitar uma derrota.

O líder do PSC, deputado Silvio Costa (PE), reforçou que os vetos têm de ser mantidos porque "não podemos correr o risco de ver o País quebrar". "Hoje até às 21 horas, o que estamos fazendo é uma operação de salvar o Brasil", disse, em referência ao processo de convencimento que os líderes da base têm feito agora à tarde com os deputados. "Os governos passam, mas o País fica. É uma irresponsabilidade da oposição derrubar o veto", disse.

Servidores do Judiciário protestam dentro e fora do prédio do Congresso pela derrubada do veto presidencial ao reajuste da categoria.