'O Brasil precisa mudar', diz Janot durante posse de Cármen Lúcia no STF

Política

'O Brasil precisa mudar', diz Janot durante posse de Cármen Lúcia no STF

Redação Folha Vitória

São Paulo - Em seu pronunciamento na solenidade de posse da ministra Cármen Lúcia na Presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) nesta segunda-feira, 12, o procurador-geral da República Rodrigo Janot afirmou que "o Brasil precisa mudar". "O sistema da nova República está em xeque", disse Janot.

Ao apontar os caminhos para o País, o procurador-geral condenou a "reação do sistema adoecido" contra a Operação Lava Jato. "Há claramente duas saídas, para o Brasil, nesta encruzilhada. A primeira, danosa e inaceitável, consiste numa reação vigorosa do sistema adoecido contra as instituições que combatem a sua estrutura intrinsecamente patológica. É possível, nessa linha, calar os que bradam a verdade inconveniente, promovendo mudanças cosméticas para que, como nos ensinou Lampedusa, tudo mude para permanecer como está", disse.

"A segunda, mais auspiciosa, revela-se em um movimento virtuoso de tomada de consciência da sociedade e de autodepuração do próprio sistema político-jurídico, na busca verdadeira de um novo arranjo democrático, que repila a corrupção e a impunidade na forma de fazer política."