• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

"Temos que produzir Justiça e gerar oportunidade", fala Renato Casagrande

Eleições 2018

  • COMPARTILHE
Política

"Temos que produzir Justiça e gerar oportunidade", fala Renato Casagrande

O candidato ao Governo do ES Renato Casagrande (PSB) foi o quarto participante da série de entrevistas da Rede Vitória com candidatos ao Executivo Estadual

Casagrande respondeu questionamentos de jornalistas e da população sobre temas variados

O candidato ao Governo do Espírito Santo pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB), Renato Casagrande, foi o quarto participante da série de entrevistas da Rede Vitória com candidatos ao Executivo Estadual. A entrevista ocorreu na noite desta sexta-feira (14). Casagrande respondeu questionamentos de jornalistas e da população sobre temas variados envolvendo as propostas de governo.

Renato aposta em um modelo de gestão com foco em produzir Justiça e gerar oportunidade para as pessoas. O candidato diz que quer fazer o Espírito Santo voltar a crescer. "Conheço muito o Espírito Santo e tenho experiência na gestão pública. Na minha passagem como governador, tivemos bons resultados, investimos na infraestrutura social e demos dinamismo", afirma.

Sobre um possível desequilíbrio na passagem de Casagrande como governador do Estado, o candidato afirma que as acusações não passam de "farsa". "Entregamos um dos Estados mais organizados do Brasil. O Ministério da Fazenda nos deu nota 'A' em isenção fiscal. Deixamos R$ 2 bilhões em conta, segundo o TCE. Tivemos a segunda menor dívida pública do país. As críticas são farsa para diminuir o que fizemos", garante.

Questionado sobre os números da violência no Estado, principalmente contra a mulher, Casagrande disse que vai trabalhar para reduzir os índices. "Não tenho orgulho disso, pois ainda foi um número péssimo. Eu conduzi pessoalmente o programa Estado Presente e vamos continuar. Vamos motivar o policial e o bombeiro para enfrentar a criminalidade", diz.

Casagrande defendeu que um dos problemas que diminuem a qualidade da saúde pública é a descontinuidade do trabalho. "Vamos tratar a saúde como tratamos da vez passada. O problema é descontinuidade. Abrimos o Jayme, inauguramos parte do São Lucas, ampliamos parcerias... É importante aperfeiçoarmos o trabalho com consórcios para diminuir o tempo na fila. Temos que ajudar os municípios na atenção primária para que eles gerenciem também melhor as unidades de saúde", comenta.

O candidato também falou sobre abertura de concursos públicos. "Na área de educação, temos que fazer concursos públicos. Queremos aproveitar os DT's, mas há uma demanda para que aumente o número de efetivos. Nós vamos saber bem lidar com isso. Vamos abrir possibilidade de concurso para dar oportunidade a quem quer ser efetivado. Nas demais áreas, também pretendemos expandir. Não posso afirmar quando farei, porque preciso saber como vai estar a economia nacional. Se ela se recuperar, vamos fazer concurso para recuperar também o efetivo da Polícia Militar", fala.

Veja abaixo a entrevista na íntegra: