Lava Jato está próxima da campanha de Dilma, diz senador sobre decisão do TSE

Política

Lava Jato está próxima da campanha de Dilma, diz senador sobre decisão do TSE

Redação Folha Vitória

São Paulo - Candidato a vice presidente na chapa de Aécio Neves em 2014, o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) afirma que a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de reabrir uma ação do PSDB que pede a impugnação dos mandatos da presidente Dilma Rousseff e do vice Michel Temer por suposto abuso de poder político e econômico na eleição mostra que a Operação Lava Jato "está chegando" na campanha da petista.

"A decisão do TSE, que está corretíssima, é um fato que causa extrema dificuldade política para Dilma. É a (Operação) Lava Jato chegando na campanha presidencial", disse o tucano à reportagem. É a primeira vez que o TSE abre uma Ação de Impugnação de Mandato Eletivo contra um presidente da República.

Na ação, os tucanos alegam que os supostos abusos tornariam "ilegítima" a eleição de Dilma, que teria vencido o pleito com "financiamento de campanha mediante doações oficiais de empreiteiras contratadas pela Petrobras como parte da distribuição de propinas".

Nessa terça-feira, 6, por cinco votos a dois, o TSE decidiu abrir a ação de impugnação dos mandatos de Dilma e Temer. Caberá ao ministro Dias Toffoli, presidente do TSE, decidir quem vai conduzir a ação, que deverá contar com diligências para tentar comprovar as suspeitas e prazo para que a presidente e o vice apresentem defesa.