Presidente da Croácia exige controle rigoroso de fronteira com a Sérvia

Política

Presidente da Croácia exige controle rigoroso de fronteira com a Sérvia

Redação Folha Vitória

Zagreb, Croácia - A presidente da Croácia, Kolinda Grabar Kitarovic, exigiu um controle mais rigoroso da fronteira com a Sérvia, após a Hungria fechar suas fronteiras para imigrantes que tentam chegar à Europa. A presidente pediu que os imigrantes sejam direcionados a pontos oficiais de passagem de fronteiras, evitando a entrada por rotas ilegais.

Desde meados de setembro, mais de 180 mil pessoas atravessaram a Croácia. O país pretende redirecionar a onda migratória para a Eslovênia. Kolinda Grabar Kitarovic defende que a Croácia permita apenas a entrada de imigrantes que certamente deixarão o país, sinalizando o temor de que milhares de pessoas ficassem presas na Croácia, caso a Eslovênia reduza o fluxo de imigrantes.

O ministro do interior da Croácia, Ranko Ostojic, afirmou que a decisão da Hungria em fechar a fronteira com o país não irá impedir o fluxo migratório. "Ninguém pode acabar com esse fluxo sem atirar", afirmou ele.

Neste sábado, Ostojic afirmou que a Croácia está enviando os imigrantes para a Eslovênia, e que podem aparecer problemas apenas se a Áustria ou a Alemanha fechem suas fronteiras. Para ele, se os governos austríaco e alemão tomarem essa decisão, haveria um "efeito dominó e muitos problemas para todos os países, esse sistema organizado de receber as pessoas é algo que está dando uma melhor segurança para a situação". Fonte: Associated Press.