Lei Seca: bares abertos na Grande Vitória durante votação do segundo turno

Política

Lei Seca: bares abertos na Grande Vitória durante votação do segundo turno

A proibição de venda de bebidas alcoólicas já foi obrigatória em todo o Brasil nos dias de eleições, mas atualmente sua implantação fica a cargo de cada Estado

No primeiro turno, Lei Seca só valeu para Ibiraçu, Pinheiros e Dores do Rio Preto Foto: Agência Brasil

Assim como ocorreu no primeiro turno, quando nenhuma das cidades da Região Metropolitana adotou a lei seca, na segunda fase do pleito será liberada a venda de bebidas alcoólicas em Vitória, Vila Velha, Serra e Cariacica.

A proibição de venda de bebidas alcoólicas já foi obrigatória em todo o Brasil nos dias de eleições, mas atualmente sua implantação fica a cargo de cada Estado, que pode ou não publicar portaria estabelecendo essa restrição. 

No caso das eleições municipais no Espírito Santo, essa decisão fica a cargo dos juízes eleitorais de cada uma das 59 Zonas. 

Só tiveram lei seca decretada, no dia 2 de outubro, as cidades de Ibiraçu, João Neiva, Pinheiros, Boa Esperança, Ibitirama e Dores do Rio Preto.

No Brasil, alguns Estados como o Paraná já divulgaram que também não terão lei seca. Já em Maceió, capital do Alagoas, a lei estará valendo desde às 6h do dia 30 de outubro.