Presidente da comissão declara aberta reunião que votará texto do teto de gastos

Política

Presidente da comissão declara aberta reunião que votará texto do teto de gastos

Redação Folha Vitória

Brasília - O presidente da Comissão Especial que analisa a PEC do teto de gastos, deputado Danilo Forte (PSB-CE), declarou pouco depois das 11h desta quinta-feira, 6, aberta a reunião que votará o texto da proposta. O relatório foi apresentado por Darcísio Perondi (PMDB-RS) na última terça-feira (4). Apesar disso, o resultado deve ser conhecido apenas no início da noite, após as discussões. "Essa sessão não tem hora para acabar. Se emendar hoje e amanhã (sexta-feira), não tem problema", disse Forte.

Principal medida de ajuste fiscal do governo do presidente Michel Temer, a PEC 241, que institui um teto de gastos pelos próximos 20 anos, passa nesta quinta-feira pelo primeiro teste. O governo espera vitória na comissão e já prepara o terreno para que o texto seja aprovado no plenário durante a votação em primeiro turno, no próximo dia 10, e em segundo turno, dia 24.

Líderes da base e o próprio presidente Temer têm feito esforço para garantir vantagem no resultado, até porque o primeiro turno de votação da PEC antecede um feriado, e o segundo turno, as eleições municipais.

Pelo menos sete partidos da base aliada já fecharam questão pela aprovação do teto no plenário da Câmara: PMDB, PSDB, PP, PR, PSD, PTB e PSC. Com isso, o governo espera ter 266 votos dos 308 necessários. Há ainda a expectativa de que DEM e Solidariedade declarem apoio da bancada. O PSB não fechou questão, mas 75% dos deputados devem votar pela aprovação do texto.