Política

Moro visita Força Nacional em Cariacica; ministro disse que polêmica sobre disque-denúncia foi um 'mal entendido'

Ministro da Justiça e Segurança Pública garantiu que a corporação permanecerá no município e afirmou que não há prazo para a retirada dos militares

Foto: Divulgação/Prefeitura de Cariacica
Moro esteve na Academia da Polícia Militar, onde está instalada a tropa da Força Nacional

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, esteve em Cariacica, na tarde desta terça-feira (29), durante sua visita ao Espírito Santo. No município, Moro, acompanhado do governador do Estado, Renato Casagrande, e o do prefeito de Cariacica, Geraldo Luzia Júnior, o Juninho, foi até a Academia da Polícia Militar, no bairro Santana, onde está instalada a tropa da Força Nacional.

Moro garantiu que a corporação permanecerá em Cariacica e afirmou que não há prazo para a retirada dos militares. "Queremos a redução da criminalidade. Com isso, não há prazo para a manutenção do projeto 'Em Frente Brasil' em Cariacica. Combater não é uma corrida de 100 metros, é uma maratona. Com isso, a parceria entre o Governo Federal, os estados e municípios é fundamental para o combate da criminalidade e sucesso do projeto", disse o ministro.

Durante coletiva no Palácio Anchieta, pela manhã, Moro chegou a ser questionado sobre a ameaça do presidente Jair Bolsonaro de retirar a Força Nacional de Cariacica — o presidente alegou que o Município havia criado um disque-denúncia para que a população pudesse relatar possíveis abusos cometidos pelos militares. O ministro, por sua vez, disse que a situação não passou de um mal entendido, que foi logo esclarecido.

Logo após as declarações de Bolsonaro criticando a criação do disque-denúncia, a Prefeitura de Cariacica esclareceu que, na verdade, o canal a que presidente havia se referido era a Ouvidoria do Município, criada em 2017, com a qual a população pode entrar em contato por meio do telefone 162.

A ação da Força Nacional em Cariacica faz parte do projeto "Em Frente Brasil", do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Além de Cariacica, foram encaminhadas tropas aos municípios de Ananindeua (PA), Goiânia (GO), Paulista (PE) e São José dos Pinhais (PR). Os militares estão nesses municípios desde o fim de agosto.

Outros compromissos

Também em Cariacica, Moro esteve na sede da prefeitura, em Alto Lage, onde participou da reunião mensal do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), que reúne representantes da segurança pública (Polícia Militar, Civil, Federal, Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros, agentes municipais de trânsito, Ministério Público) em encontros mensais para avaliação do contexto de prevenção e combate ao crime.

Em seguida, o ministro seguiu para a Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) João Pedro da Silva, em Porto de Santana, onde foi recebido por professores e alunos na quadra do colégio. A agenda no município foi encerrada com a visita à Academia da Polícia Militar.

Pontos moeda