PRTB entra na Justiça para sair da coligação de Vandinho na Serra

Política

PRTB entra na Justiça para sair da coligação de Vandinho na Serra

Além disso, Coligação Nova Serra também pediu impugnação da chapa, por ter em sua composição o MDB, que lançou candidato independente

Foto: Reprodução /Youtube

A Coligação Aliança pela Serra, encabeçada pelo deputado estadual Vandinho LEito (PSDB) vai ter que enfrentar a Justiça. Primeiro, a coligação deve perder o PRTB. Segundo o advogado do partido, Aldemias Alves, há uma determinação da Executiva Nacional de que a sigla não pode se coligar com nenhuma legenda de esquerda. e por isso afirmou que acionou a Justiça para sair da coligação e lançar candidatura própria.

"Temos uma determinação nacional. Não podemos nos coligar com partido de esquerda, como o PSDB do Vandinho Leite. Por isso estamos acionando a Justiça para sair dessa coligação. Houve um equívoco do antigo candidato da sigla, Capitão Anderson Braga, que desistiu da candidatura para apoiar o candidato do PSDB. Mas o partido não concorda com isso", disse o advogado. O PRTB pretende lançar, como candidato, Júlio Bungenstab de Lima, com José Augusto Amaral como vice.

Além disso, a Coligação Nova Serra, composta por Rede, Patriotas, Podemos e PMN pediu a impugnação da Aliança pela Serra (PSDB, PMB, MDB, PRTB, Pros e DC) por causa da confusão na candidatura avulsa registrada pelo candidato Márcio Greik, do MDB, que passa por um período de conflitos internos. Leia aqui sobre o caso.

Segundo o Tribunal Regional Eleitora (TRE-ES), o caso deve ser analisado o mais breve possível pela juíza Gladys. Henriques, da 26ª Zona Eleitoral da Serra. Isso porque qualquer mudança na composição das chapas pode ter consequência na distribuição do fundo eleitoral e no tempo de TV dos candidatos.

A assessoria da coligação Aliança pela Serra emitiu uma nota sobre o caso: "A assessoria jurídica do candidato a prefeito da Serra pelo PSDB, Vandinho Leite, informa que ainda não foi notificada sobre essa ação de impugnação da chapa Aliança pela Serra por parte de forças políticas que sabem do crescimento da campanha 45. Mas que, diante do conhecimento dos fatos, e após verificar do que se trata, o sentimento é de tranquilidade, uma vez que entende que todos os ritos legais para registro da chapa foram seguidos, respeitando as diretrizes partidárias e da Justiça Eleitoral".