Líder do PPS apoia parecer de Pinato no Conselho de Ética contra Cunha

Política

Líder do PPS apoia parecer de Pinato no Conselho de Ética contra Cunha

Redação Folha Vitória

Brasília - O líder do PPS na Câmara, Rubens Bueno (PR), divulgou nesta segunda-feira, 16, uma nota de apoio da bancada ao parecer prévio do deputado Fausto Pinato (PRB-SP), relator do processo por quebra de decoro parlamentar do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Pinato protocolou nesta segunda-feira o relatório no qual considera que há indícios de que Cunha teria recebido vantagens indevidas e teria prestado informações falsas aos congressistas da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras sobre contas bancárias no exterior.

"O relator aprofundou-se no processo e verificou que há materialidade farta para o andamento do caso no Conselho de Ética. Nós apoiamos, integralmente, essa decisão e agora cabe ao presidente da Câmara apresentar a sua defesa para que o processo siga rapidamente", disse. O PPS tem apenas um representante no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara: o vice-presidente do colegiado, Sandro Alex (PR).

Bueno ainda elogiou a celeridade do relator, que entregou o parecer antes de quinta-feira, 19, data final para o protocolo do documento. "Ele debruçou-se com rapidez sobre o caso e, antes do que se esperava, apresentou um parecer bem-aprofundado. Isso é ótimo para que não fique no ar a ideia de que algum acordo em torno do processo estaria sendo costurado. Agora, os integrantes do Conselho de Ética devem dar os próximos passos e julgar com isenção e rapidez a grave denúncia que pode levar à cassação de Cunha", defendeu.

Com o comunicado, o partido demonstra que seguirá a orientação dos tucanos, que na semana passada anunciaram o rompimento com o presidente da Câmara. A legenda integra o bloco liderado pelo PSDB no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara, formado por quatro titulares dos 21 membros.

Os tucanos são representados pelos deputados Nelson Marchezan Júnior (RS) e Betinho Gomes (PE), que deixaram claro que pretendem votar contra Cunha. O bloco parlamentar tem ainda o PSB, cuja vaga titular é do deputado Júlio Delgado (MG), adversário declarado do presidente da Casa.