• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Empresário Luiz Pastore assume vaga de Rose de Freitas no Senado

Política

Empresário Luiz Pastore assume vaga de Rose de Freitas no Senado

Primeiro suplente da chapa encabeçada por Rose, Pastore é filiado ao MDB de Vila Velha e já assumiu mandato no Senado entre 2002 e 2003

Foto: Agência Senado

O empresário paulista Luiz Osvaldo Pastore (MDB) tomou posse no Senado Federal, na tarde desta quarta-feira (20). Ele assumiu a vaga deixada pela senadora Rose de Freitas (Podemos-ES), que se licencia do cargo pelo período de quatro meses para tratamento médico.

Luiz Pastore é filiado ao MDB de Vila Velha desde 1986. Ele é empresário do setor de importação e transformação de cobre e alumínio, já foi suplente do ex-senador Gerson Camata, morto a tiros no final do ano passado, e chegou a assumir mandato no Senado entre 2002 e 2003.

Pastore é o primeiro suplente da chapa encabeçada por Rose de Freitas, eleita no pleito de 2014. Conforme prevê a Constituição Federal, cada senador é eleito com dois suplentes, que podem ser convocados para substituí-lo temporariamente, nos seus afastamentos e licenças, ou definitivamente, nas hipóteses de morte, renúncia ou perda do mandato. O segundo suplente da chapa é Schariff Moysés (PSDB).

Posse

Durante seu pronunciamento de posse, Pastore destacou o “protagonismo reformista” do Parlamento, que aprovou a reforma da previdência. Para ele, é preciso ir além de fazer uma reforma tributária para gerar empregos. O sistema tributário, na visão do senador, é atualmente “um freio de mão puxado” e gera insegurança jurídica.

"Entendo que devemos dar um passo de cada vez, mas com firmeza. Que o próximo passo seja a simplificação do sistema tributário, melhorando a relação do Estado com o contribuinte, seja ele pessoa física ou jurídica. Nunca é demais lembrar que o Estado não gera riqueza. Quem gera a riqueza são os empreendedores e eles devem ser lembrados sempre", afirmou.

Licença médica

Ao justificar sua licença, na última semana, Rose de Freitas explicou que há dois anos enfrenta dificuldades de locomoção. Recentemente, após uma sequência de exames, descobriu ter uma infeção por riquétsia, tipo de bactéria que pode ser transmitido por picadas de carrapato. Ela suspeita que tenha sido vitimada em seu sítio em Domingos Martins. 

“Nunca me ausentei desta Casa, mas terei que cuidar da minha saúde. Não aguento mais ser carregada pelo braço. Quero voltar aqui andando com liberdade”, afirmou a senadora.

Com informações da Agência Senado