Líder diz que PPS não negociará com Cunha voto em troca de impeachment

Política

Líder diz que PPS não negociará com Cunha voto em troca de impeachment

Redação Folha Vitória

Brasília - O líder do PPS na Câmara dos Deputados, Rubens Bueno (PR), afirmou nesta quarta-feira, 2, que seu partido não negociará o único voto que tem no Conselho de Ética com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em troca da deflagração do impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff. "Não temos nada a oferecer. Nosso lado agora é apenas esperar o anúncio dele (Cunha)", afirmou, após reunião com líderes da oposição na sala da liderança do DEM.

O único deputado do PPS membro do Conselho é Sandro Alex (PR), que já sinalizou que deverá votar pela admissibilidade da representação contra o peemedebista.

Uma possível negociação de Cunha com a oposição por apoio no Conselho em troca da deflagração do impeachment voltou à tona nesta quarta, após os três deputados do PT membros do colegiado anunciarem que votarão contra o peemedebista. O anúncio tornou praticamente impossível para Cunha conseguir se salvar.