Líder do PT na Câmara vê saída de Eliseu Padilha como decisão individual

Política

Líder do PT na Câmara vê saída de Eliseu Padilha como decisão individual

Redação Folha Vitória

Brasília - O líder do PT na Câmara, Sibá Machado (AC), afirmou nesta sexta-feira, 4, que a saída de Eliseu Padilha (PMDB) do ministério da Aviação Civil foi uma movimentação individual e não partidária. "Um ou outro militante de qualquer partido pode tomar a decisão que quiser, mas não entendo como uma decisão partidária, portanto respeito mas vamos tratar com o PMDB", disse Sibá.

Padilha é um dos principais aliados do vice-presidente Michel Temer. Ele comunicou sua saída do governo à cúpula do PMDB na manhã desta sexta-feira. Segundo na linha sucessória da Presidência da República, o vice-presidente Michel Temer evitou nesta quinta-feira, 3, participar das principais discussões com integrantes da cúpula do governo e de se posicionar publicamente sobre a instauração do processo de impedimento a presidente.

A mesma conduta de Temer tem sido adotada pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e lideranças do partido. Sibá está em São Paulo para participar de reunião da Executiva Nacional do PT. O encontro havia sido convocado para tratar do destino do senador Delcídio Amaral, preso por obstruir investigações da Lava Jato, mas deve se centrar nas estratégias do partido para enfrentar o processo de impeachment deflagrado por Eduardo Cunha (PMDB-RJ).