Presidente da CPI do BNDES acredita que trabalhos do colegiado serão prorrogados

Política

Presidente da CPI do BNDES acredita que trabalhos do colegiado serão prorrogados

Redação Folha Vitória

Brasília - O presidente da CPI do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) na Câmara, deputado Marcos Rotta (PMDB-AM), disse nesta terça-feira, 1, acreditar que os trabalhos do colegiado serão prorrogados por pelo menos mais 30 dias. Pelo prazo inicial, o colegiado deveria encerrar as atividades na próxima sexta-feira, 4. A prorrogação depende de aprovação de requerimento pelo plenário da Casa.

Segundo o peemedebista, sua crença está atrelada a matérias divulgadas na imprensa hoje, informando que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), poderá prorrogar as CPIs do BNDES e dos Fundos de Pensão. Como mostrou o jornal O Estado de S.Paulo, Cunha decidiu estender a atuação das comissões em retaliação ao governo. Nos bastidores, o peemedebista acusa o Executivo de estar conspirando contra ele.

"Enviamos um ofício ao presidente da Câmara Eduardo Cunha há um mês, pedindo a prorrogação dos trabalhos e, pelo que li em entrevista concedida por ele, não só a CPI do BNDES mas também a dos Fundos de Pensão devem ser prorrogadas", afirmou o presidente da CPI ao responder questionamento da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ).