Presidente do PT diz que PEC do teto só será discutida após decisão do STF

Política

Presidente do PT diz que PEC do teto só será discutida após decisão do STF

Redação Folha Vitória

Brasília, 06 - O presidente do PT, Rui Falcão, se reuniu nesta terça-feira, 6, com a bancada do partido no Senado para discutir como será a atuação de Jorge Viana (PT-AC) no comando do Senado caso o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) confirme o afastamento de Renan Calheiros (PMDB-AL) da presidência da Casa.

A principal questão para o PT é que Viana não coloque em pauta a Proposta de Emenda à Constituição que estabelece um teto para os gastos públicos. O segundo turno da votação está marcada para a próxima terça-feira, 13. Ao deixar a reunião, Falcão desconversou e disse que esse era um assunto que seria discutido somente após o julgamento do Supremo marcado para esta quarta-feira, 7. Ele, no entanto, criticou o governo do presidente Michel Temer. "A crise é tão grave que somente a convocação de eleição geral resolve", disse.

PEC

Apesar da pressão do PT, Jorge Viana tem se mostrado reticente sobre a possibilidade de não cumprir o calendário acordado com os líderes da Casa em relação à votação da PEC do Teto. Ele, no entanto, afirmou a senadores do PMDB que teria muita dificuldade em dar seguimento à pauta de um governo que derrubou o seu partido da Presidência da República. Senadores do PT argumentam que se Viana colocar o projeto em votação ele vai perder apoio da base, já que essa tem sido uma das bandeiras da esquerda contra o governo Temer.