• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cuidado! Bronzeado com fita causa queimadura e dermatite; problemas ainda são os menos graves

Saúde

Cuidado! Bronzeado com fita causa queimadura e dermatite; problemas ainda são os menos graves

Exposição ao sol é o principal fator para o surgimento do câncer, que é a doença mais grave causada pelo sol e se intensifica com o bronzeado de fita

Foto: Divulgação
Protetor solar deve ter fator superior a 30 para proteger a pele. 

A praia foi trocada pela laje e o clássico biquíni pela fita isolante. Depois que a cantora Anitta popularizou de vez a marquinha com fita adesiva, agora os homens também aderiram a moda. O sucesso tem sido tão grande, que a prática se tornou serviço profissional, que é oferecido para mulheres que querem o bronzeado natural, turbinado por substâncias que aceleram esse processo.

Porém, como alerta a dermatologista Alessandra de Melo, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, o chamado ‘bronzeamento natural’ traz riscos à saúde. “Por mais que seja moda e alguns achem bonito, não é saudável. O bronzeado é uma espécie de resposta que a pele dá para a agressão dos raios solares. Para se defender, a pele produz melanina, um pigmento escuro, na tentativa natural de evitar queimaduras futuras, no caso de a exposição ao sol continuar. O bronzeamento só acontece caso a pele tenha necessidade de se defender continuamente do sol”, explica a médica.

Ainda segundo a dermatologista, os produtos usados para acelerar o bronzeado podem causar queimaduras e dermatite. A queimadura solar pode causar envelhecimento cutâneo precoce e causar câncer de pele no futuro. Uma pessoa que sofre de queimadura de segundo grau com aparecimento de bolhas tem um aumento de 50% no risco de desenvolver melanoma, considerado o tipo mais grave de câncer de pele devido à alta possibilidade de metástase. “A única maneira de ter um bronzeado seguro é usando os autobronzeadores”, alerta.

Porém, se não houver jeito mesmo, a pessoa decidir que vai ficar bronzeada mesmo sabendo de todos os riscos, o bronzeamento deve ser gradual, nunca entre 10h às 16h e usando protetor solar com fator mínimo de proteção 30.