Órgãos de capixaba doados em Cachoeiro de Itapemirim vão para cinco pessoas

Saúde

Órgãos de capixaba doados em Cachoeiro de Itapemirim vão para cinco pessoas

Família de homem morto na terça-feira (02) autorizou a doação de fígado, rins e córneas

Foto: Divulgação / Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim

Um homem identificado como Altair Lima Martins, que morreu na terça-feira (02), após cair de uma escada, vai salvar vidas. Isso porque a família autorizou a doação de seus órgãos na Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim, na região Sul do Espírito Santo.

Fígado, rins e córneas são os órgãos destinados à doação. O fígado, inclusive, já tem destino certo e será transplantado em um paciente do Rio de Janeiro. Rins e córneas vão permanecer no Espírito Santo. 

Ao todo, cinco pessoas serão contempladas. “Esse momento é muito triste e a dor é grande demais, mas a carga fica mais leve ao saber que ele ajudará outras pessoas a continuarem vivendo", afirmou Justino Antônio Lima Martins, irmão da vítima, que informou à Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro sobre a intenção de Altair em doar os órgãos.

Enfermeira e coordenadora da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT) da Santa Casa de Misericórdia Cachoeiro, Beatriz Rivieri Colodette, explica que o processo de captação pode ser demorado, o que muitas vezes faz com que a família desista da doação. “Ao contrário do que muitos pensam, a vontade de doar não fica escrita em documentos, como carteira de motorista. Na verdade, quem quer ser um doador deve deixar o desejo explícito para sua família”, disse Beatriz Rivieri.