• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Caso da Covid-19 é confirmado em Venda Nova do Imigrante

Saúde

Caso da Covid-19 é confirmado em Venda Nova do Imigrante

Município já registra 16 casos da doença e este é o primeiro caso confirmado

Foto: Divulgação

Após a investigação de quadros clínicos nas unidades de saúde de Venda Nova do Imigrante, um caso suspeito do novo coronavírus foi confirmado no município. Não foram divulgados dados sobre o paciente, que está sob monitoramento da Secretaria de Saúde da cidade e passa bem, em quarentena domiciliar.

Até o dia 20 de abril, o paciente e a família estão sob monitoramento dos órgãos de saúde de Venda Nova, que até o momento registra mais 15 casos da doença; 5 já foram descartados e 10 estão sob investigação.

A secretária de saúde, Marise Vilela, e a coordenadora de Vigilância em Saúde, Camila Zandonadi, afirmam que as unidades de saúde estão abertas para toda a população. Contudo, orientam que os moradores só se dirijam a uma unidade em casos gripais mais graves, com registro de febre constante há 3 dias.

Além disso, Camila também lembra que a população deve se manter em constante vigilância e que não saia de casa a menos que seja extremamente necessário. A melhor medida de prevenção durante a pandemia continua sendo lavar as mãos com água e sabão.

Foto: pexels
Máscaras devem ser utilizadas de forma correta, alerta a coordenadora de Vigilância em Saúde de Venda Nova do Imigrante

Em relação às máscaras, elas podem ser usadas para evitar a transmissão da doença, mas precisam ser usadas de forma correta. Para manuseá-las, lembre-se de usar apenas as abas e não toque a proteção que fica na frente do rosto. A máscara também não deve ser colocada no pescoço e o nariz não pode ficar de fora da proteção.

Critério de notificação alterado

Desde a última sexta-feira, 3, o critério de notificação da doença foi alterado após autorização da Secretaria de Estado da Saúde do Espírito Santo (Sesa). A partir de então, todos os pacientes portadores de sintomas gripais graves e casos especificados na Nota Técnica 04/2020 são considerados suspeitos da Covid-19.