• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Como combater o inchaço nos pés durante a gestação?

Saúde

Como combater o inchaço nos pés durante a gestação?

Inchaço e ressecamento dos pés são muito comuns em mulheres gestantes. Saiba como amenizar estes problemas!

Foto: Divulgação
Gestante saudáveis podem sofrer com o problema. 

Durante a gravidez a mulher sofre muitas alterações em todo o corpo, além de algumas modificações fisiológicas que ocasionam desconforto, como é o caso do inchaço nos pés. Mesmo as gestantes saudáveis podem sofrer com esse acúmulo de líquido nos tornozelos e pés, que costuma piorar ao longo do dia. Isso ocorre por causa do calor e permanência na posição vertical, e melhora durante a noite, após o período de repouso na horizontal.

Para combater este problema e o ressecamento dos pés, muito comuns neste período, é recomendado o tratamento de hidratação com argila (argiloterapia), que não possui nenhuma contraindicação para as futuras mamães. Outro ponto a ser destacado é a importância da grávida procurar um profissional especializado uma vez ao mês, para que ele realize o corte correto das unhas. “Com o inchaço dos pés, a ocorrência de unha encravada é muito comum. Por este motivo é muito importante que a grávida não corte sua unha e deixe que um podólogo faça isso pra ela”, explica Cristina Lopes, podóloga e coordenadora técnica da Doctor Feet. 

Para reduzir o desconforto e ajudar a aproveitar melhor esse momento especial, a especialista complementa com mais algumas dicas. 

- Beber de 2 a 3 litros de água por dia, pois estar bem hidratado diminui a retenção de líquidos;

- Usar hidratante diariamente;

- Quando sentada, apoiar os pés em um banquinho ou em uma pilha de jornais, revistas ou livros, por exemplo, para que fiquem na mesma altura das coxas;

- Quando deitada, colocar os pés em cima de uma ou duas almofadas para favorecer a circulação do sangue;

- Não usar sapatos apertados e saltos altos;

- Praticar exercícios físicos;

- Não cruzar as pernas ao sentar;

- Não ficar em pé por muito tempo;

- Procurar um profissional especializado em pés, pelo menos, uma vez ao mês.