Tratamento personalizado: conheça a medicina integrativa

Saúde

Tratamento personalizado: conheça a medicina integrativa

Diferente da medicina convencional, a integrativa trata o paciente de maneira personalizada e cuida da prevenção de doenças para evitar que elas surjam

Bianca Santana Vailant

Redação Folha Vitória
Foto: Divulgação

Uma área da medicina que vem ganhando muita força é a medicina Integrativa, que diferente da convencional, se preocupa em oferecer um tratamento, que cuida não apenas a doença, mas do paciente como um todo.

De acordo com o médico, Fábio Baptista, nesta especialidade a relação entre médico e paciente é extremamente importante, já que todo o tratamento é baseado na individualidade, levando em consideração aspectos como a personalidade, e o meio em que o paciente vive.

Ainda segundo o especialista, na medicina integrativa procura-se a causa dos problemas para atuar de forma preventiva e não apenas terapêutica. 

“Ter saúde é diferente de apenas não ter doença ou enfermidade. Estar saudável é usufruir de um estado amplo de bem estar físico, mental e social”, disse ele.

Todos os impactos da vida do paciente são levados em consideração durante o tratamento, por isso, eles reconhecem não apenas sintomas, mas situações estressantes, alimentação, e outros aspectos.

“Cada paciente é uma pessoa única com seu histórico genético, de vivencias, sensações e emoções, portanto para cada paciente é desenvolvido um plano de tratamento é desenvolvido um plano de saúde, se baseando não apenas na sua doença, mas em toda a sua vida”, disse.

O paciente como coautor do seu tratamento

Nessa área da medicina, o paciente deixa de ter a postura passiva, de ser dependente de remédios e exames, e começa a se ver como principal agente para sua saúde, passa a conhecer melhor o seu organismo e a entender o que faz bem ou não para ele.

Controlar os níveis de estresse decorrentes das dificuldades do dia a dia e ter uma boa noite de sono reparador são alguns dos fatores importantes que vão ajudar o seu corpo a manter a imunidade em alta.

“É durante o descanso que acontece o equilíbrio dos eixos hormonais e consequentemente que o nosso corpo é reorganizado para que aconteça o pleno funcionamento. Associe as noites bem dormidas a uma alimentação equilibrada e a atividade física regular e ao consumo de bastante água”, disse Fábio.

Boa alimentação e exercícios são fundamentais

Alimentar-se maneira equilibrada, consumindo alimentos de verdade e balanceando a quantidade de macro e micro nutrientes ideais para suprir todas as necessidades do nosso organismo. Esses são hábitos que devem ser adotados para a vida inteira.

O médico disse que a prática de exercícios físicos constantes são fundamentais para a produção de hormônios, condicionamento cardiovascular, melhora da composição corporal e diversos outros fatores que são primordiais para se alcançar longevidade e qualidade de vida.

A medicina integrativa se baseia em evidencias cientificas e em conhecimentos proporcionados pelos profissionais da saúde, com o objetivo de oferecer um atendimento humanizado que age na cura das doenças, prevenção das mesmas e promoção de saúde.