• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Combate a tuberculose e hanseníase em pauta na Semana da Saúde Integral

  • COMPARTILHE
Saúde

Combate a tuberculose e hanseníase em pauta na Semana da Saúde Integral

Consultas e realização de exames serão oferecidas a população

Cachoeiro teve 74 casos diagnosticados de tuberculose e 10 de hanseníase em 2017. 

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) de Cachoeiro realizará quinta e sexta-feira (27 e 28) a Semana da Saúde Integral, com serviços gratuitos na praça Jerônimo Monteiro, Centro, das 8h às 15h. Dentre as diversas atividades, a programação reservará espaço especial para o combate a tuberculose e hanseníase, duas doenças infectocontagiosas que têm aumentado no município.

De acordo com a Semus, Cachoeiro teve 74 casos diagnosticados de tuberculose e 10 de hanseníase em 2017. Em 2018, restando ainda pouco mais de três meses para o fim do ano, são 64 casos de tuberculose e 11 de hanseníase.

Tendo isso em vista, o evento oferecerá solicitação de exames de escarro em pessoas com tosse há mais de duas semanas, para diagnosticar a tuberculose, e avaliação de manchas na pele com perda de sensibilidade, que podem indicar a ocorrência de hanseníase.

Nos dois dias do evento, haverá também aferição de pressão, teste de glicemia capilar, orientação nutricional, coleta de sorologia, distribuição de preservativos e vacinação de adolescentes e adultos – numa ação conjunta das coordenações de Saúde do Idoso, Saúde da Mulher, Saúde Mental, Programa de Imunização e Programa de Tuberculose e Hanseníase.

“A tuberculose e a hanseníase são doenças que, infelizmente, carregam um grande estigma histórico, o qual nós devemos enfrentar devido à gravidade dessas enfermidades. Além da avaliação no local, o evento vai oportunizar a divulgação e encaminhamentos para o programa de controle dessas doenças oferecido em nossa rede”, destaca a secretária municipal de Saúde, Luciara Botelho.

Programa de Tuberculose e Hanseníase

A rede pública de saúde de Cachoeiro atua rotineiramente no combate a tuberculose e hanseníase. No caso da tuberculose, o paciente que apresentar os sintomas (tosse de três semanas, febre vespertina e suor noturno) é atendido primeiramente na unidade de saúde mais próxima. Depois, o teste de escarro é feito no Centro Municipal de Saúde Bolívar de Abreu, onde fica o Programa de Tuberculose e Hanseníase, para confirmar ou não o diagnóstico.

Em caso positivo, o paciente deverá receber acompanhamento de, no mínimo, seis meses, com medicação diária, na própria unidade de saúde de seu bairro. Seus familiares também deverão passar por exames para verificar se houve transmissão da doença.

Já a hanseníase acomete os nervos e a pele, e se manifesta por meio de manchas esbranquiçadas ou avermelhadas, fazendo com que o paciente perca a sensibilidade nesses locais. Identificados os sintomas, ele é submetido a um primeiro teste de sensibilidade na unidade de saúde mais próxima e, posteriormente, exames no Centro de Saúde.

Se o diagnóstico for positivo, o paciente passará por tratamento de seis a doze meses, com medicação. Também deverão ser feitos exames em pessoas com quem conviveu de forma mais próxima nos últimos cinco anos, uma vez que a hanseníase leva tempo maior para se manifestar.

Setembro Amarelo

A Semana da Saúde Integral também dará destaque para o Setembro Amarelo, campanha nacional de prevenção ao suicídio. Profissionais de saúde mental estarão na praça para prestar orientações psicológicas e dar encaminhamentos, quando necessário. Além disso, na sexta-feira será realizada uma caminhada de prevenção ao suicídio, com saída às 8h da Praça de Fátima, em direção à praça Jerônimo Monteiro.

Serviço: Semana da Saúde Integral
Quando: 27 e 28/09, quinta e sexta-feira
Onde: Praça Jerônimo Monteiro
Horário: 8h às 15h

Atividades:

- Aferição de pressão

- Teste de glicemia capilar

- Orientação nutricional

- Coleta de sorologia

- Distribuição de preservativos

- Orientação psicológica breve

- Solicitação de exames de escarro em pessoas com tosse há mais de duas semanas para diagnosticar a tuberculose

- Avaliação de manchas na pele com perda de sensibilidade

- Vacinação (hepatite B; febre amarela; tríplice viral; HPV – para meninas entre 9 e menos de 15 anos e meninos entre 11 e menos de 15 anos -; meningogócica C – para adolescentes entre 11 e menos de 15 anos

- Apresentação de dança com temática dos anos 60 pelos usuários do Centro de Convivência Vovó Matilde (dia 27, abertura)

- Caminhada para prevenção ao suicídio (dia 28, saída da Praça de Fátima às 8h)