• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Intestino preso? Veja o alimento que é rico em fibras e pode solucionar o problema

Saúde

Intestino preso? Veja o alimento que é rico em fibras e pode solucionar o problema

Semente também auxilia a mulher no equilíbrio da produção hormonal

Larissa Agnez

Redação Folha Vitória
Foto: Divulgação
Benefícios aumentam quando a semente é moída ou triturada. 

Fácil de ser encontrada nas lojas de produtos naturais e supermercados, possui inúmeros benefícios, muitas vezes, desconhecidos pela maioria das pessoas: a linhaça é uma super aliada da manutenção e bom funcionamento do corpo. 

De acordo com o médico Wesley Schunk o alimento é fonte rica dos ômegas 3 e 6, que são agentes antioxidantes e que promovem a renovação celular, além de ser uma ótima auxiliar para adultos e crianças, que sofrem de prisão de ventre, pois por ser rica em fibras e gorduras boas ela contribuiu no trânsito intestinal.

“Seus benefícios aumentam quando a semente é moída ou triturada, já que a casca é resistente à ação do suco gástrico e não sofre digestão no trato gastrointestinal. Costumo orientar que as pessoas triturem a quantidade que vão utilizar em até três dias, para que o valor nutricional não se perca, e deixar reservada, durante esse tempo, longe da exposição à luz”, disse o médico.

O alimento é versátil e pode ser consumido associado a receitas de pães, bolos e massas integrais sem glúten, junto com os iogurtes de Kefir e misturadas nos cereais e oleaginosas. A semente ainda é uma grande aliada da mulher, já que desempenha um bom papel no equilíbrio hormonal. 

“A linhaça contém grande quantidade de uma substância chamada lignanas, que se assemelha ao estrógeno, que é o hormônio feminino, sendo assim são fundamentais perto do período menstrual, que ocorre uma baixa desse hormônio, e também na menopausa, ajudando a prevenir sintomas como as ondas de calor e fraqueza. Estudos também já comprovaram seu efeito na prevenção do câncer”, destacou o médico. 

O alimento também ajuda no controle do colesterol e dos triglicérides, sendo uma aliada no combate às doenças cardiovasculares. Além disso, é rica em proteínas, minerais e vitaminas C, E e do complexo B.

O médico comenta que as sementes encontradas na cor marrom ou dourada possuem características nutricionais bem semelhantes, porém a dourada tem a casca mais fina e o sabor menos acentuado, que agrada mais as pessoas que optam por ter menos interferência do seu sabor junto aos demais alimentos.