Saúde

Você sabia que sapatos podem causar lesões no corpo?

Fabricação do produtos, na maioria dos casos, não corresponde às variações dos pés

Foto: Divulgação
Sapatos de salto podem causar lesões na coluna.

A escolha errada dos calçados pode comprometer várias funções importantes do nosso corpo e também causar lesões. O modelo padrão de fabricação desses produtos muitas vezes não corresponde às variações dos pés.

O ortopedista e diretor regional do Estado da Associação Brasileira de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé, Jorge Kriger explica que o uso de sapatos errados pode causar uma série de problemas se eles forem muito apertados, muito largos, ou se a ponta for apertada e se a própria a pessoa já tiver alguma patologia existente no pé.

É preciso estar atento a altura dos calçados. Saltos altos podem causar lesões na coluna, joelhos e ajudar na formação de joanetes. O médico aconselha não usar saltos com mais de 3 cm. “O salto muito alto acaba fazendo uma sobrecarga na região anterior do joelho e também na região da coluna. Então, se o salto for muito alto, você pode perceber que empina a coluna lombar e acaba ficando mais saliente o que leva a sobrecarga nessa região. Assim como o joelho que fica um pouco dobrado sobrecarregando as patelas” relata.

Qual a indicação?

Sapatos sem salto não possuem sistemas de amortecimento. Dessa forma, não diminuem o impacto ao pisar. Esses tipos de calçados podem causar danos nos tendões e fáscia plantar (uma capa que localizada embaixo dos pés) causando uma tensão grande na região, principalmente, no calcanhar causando o famoso esporão.

Dica 

“O período da tarde é o mais recomendado para a compra de calçados, porque no final do dia os pés apresentam um inchaço natural, ao experimentar os sapatos nesse momento, a pessoa não corre o risco do calçado ficar apertado”, explica.

Pisada certa 

Fique atento as solas dos sapatos. Se observar que um dos lados está sendo muito mais consumido que o outro, significa que é uma sobre carga em um dos lados ou mesmo um vício de pisada. Quando isso acontecer é importante uma avaliação de um médico especialista.

Para quem não tem um pisar tão diferente de um lado ou outro, as pequenas correções podem ser realizadas com o uso de palmilhas, calcanheiras com elevações específicas equilibrando o pisar e ajudando a gastar menos o calçado.

Calçado ideal 

Dr. Kriger explica que o calçado ideal é aquele que fica confortável na região do tornozelo, não apertar os dedos e fornece estabilidade.

Pontos moeda