• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cirurgia robótica se torna aliada na luta contra o câncer de próstata

Saúde

Cirurgia robótica se torna aliada na luta contra o câncer de próstata

O procedimento auxilia no atendimento de pacientes que precisam passar por cirurgias mais delicadas

Foto: Divulgação

O tumor na próstata é o segundo mais comum entre os homens brasileiro, atrás apenas do câncer de pele não melanoma. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer, o Brasil registra aproximadamente 68 mil novos casos por ano. Por isso, a campanha do Novembro Azul, voltada para a conscientização sobre a saúde do homem e o câncer de próstata, é tão importante. O diagnostico precoce é um dos fatores que favorecem nas chances de cura do paciente. 

Constantemente, a medicina e seus pesquisadores buscam aprimorar o tratamento. Uma das técnicas que têm revolucionado o tratamento cirúrgico é realizado por meio de robôs. O procedimento já foi adotado em alguns hospitais no Espírito Santo. 

O procedimento atua para atender pacientes que precisam passar por cirurgias mais delicadas, unindo a tecnologia e conhecimento médico na busca por desfechos clínicos positivos. A técnica desenvolvida é uma grande aliada nos procedimentos cirúrgicos em que os espaços são limitados ou em que é necessário o detalhamento do órgão explorado.

Para ao urologista Claudio Ferreira Borges, quando descoberto em estágio precoce, esse tipo de câncer pode ser curado em até 85% dos casos. “A cirurgia robótica permite uma visualização tridimensional e aumentada de estruturas importantes na preservação da continência urinária e função sexual”, ressaltou. 

O médico reforça que o auxílio da robótica é uma peça-chave na evolução da técnica cirúrgica e um marco no tratamento do câncer de próstata. “O equipamento ajuda a equipe cirúrgica no procedimento de remoção mais precisa do tumor. Além disso, ela proporciona ao paciente uma recuperação mais rápida, com menor sangramento e menos dias de internação”, destacou. 

Além da cirurgia, o tratamento da doença pode ser realizado por meio de radioterapia, hormonioterapia ou quimioterapia. Mesmo com diferentes possibilidades, o médico alerta que, independente do tratamento, o diagnostico precoce ajuda a aumentar as chances. “Com diversos tratamentos possíveis atualmente, o consenso ainda é o de que a detecção precoce é a melhor arma na luta contra o câncer. Faça exames regularmente e cuide bem da saúde”, disse. 

Tipos de tratamento

- A cirurgia é uma das principais modalidades de tratamento na doença localizada. Consiste na remoção completa da próstata e, em alguns casos, também na remoção dos linfonodos pélvicos. 

- A radioterapia também é uma opção de tratamento viável e seguro para pacientes com doença localizada, principalmente naqueles que não têm condições clínicas para se submeterem a um tratamento cirúrgico ou naqueles em que a possibilidade de cirurgia não é resolutiva.

- Hormonioterapia, que consiste no bloqueio da produção de testosterona (hormônio masculino) por meio de injeções durante um período de tempo, e pode ser aplicada em várias fases da doença: quando ela está localizada, localmente avançada ou metastática.

- Quimioterapia, tipo de tratamento sistêmico que, no câncer de próstata, é indicado/utilizado nos casos de doença avançada (com metástases).