• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Anvisa aprova coletor que possibilita relações sexuais no período menstrual

Saúde

Anvisa aprova coletor que possibilita relações sexuais no período menstrual

Produto é feito 100% com material de silicone hipoalergênico, livre de corantes e possui design anatômico que se encaixa no corpo da mulher

Larissa Agnez

Redação Folha Vitória
Foto: Divulgação
Para ginecologista, o maior cuidado está relacionado a higiene. 

Muitas mulheres não conseguem ter relações sexuais no período menstrual, principalmente por causa do desconforto. Recentemente a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou um coletor menstrual que pode modificar esta realidade porque permite manter a vida sexual ativa mesmo no período menstrual. 

O produto é feito 100% com material de silicone hipoalergênico, livre de corantes e possui design anatômico que se encaixa no corpo da mulher, independentemente da intensidade do fluxo, idade ou se já teve filhos ou não. 

De acordo com Mariana Betioli, CEO da empresa criadora do produto, o coletor é uma revolução na maneira de lidar com a menstruação, onde se coleta o sangue menstrual deixando o canal vaginal livre, e pode ser usado durante a relação sexual sem gerar desconforto", diz Mariana.

A ginecologista e obstetra Erika Marba esclarece que o coletor menstrual é um copinho, feito de silicone e não tem contra-indicações. "Nós só não recomendamos para mulheres que ainda não são sexualmente ativas, pois ele é introduzido e fica bem mais baixo na vagina do que um absorvente interno".

Aplicação do coletor 

De acordo com Mariana Betioli o produto deve ficar posicionado de um jeito que cubra o colo do útero, criando uma barreira que bloqueia a passagem do sangue. "O fluxo fica armazenado entre o colo e o disco e pode ser utilizado por 12 horas e, depois disso, basta retirar, lavar com água e sabonete neutro e está pronto para ser utilizado novamente", disse. 

Para a ginecologista, o maior cuidado está relacionado a higiene. "É recomendável esvaziar de acordo com o fluxo da mulher e lavar. Ao final do fluxo, o ideal é fazer uma esterilização mais completa, com água quente", orienta.

Pesquisa 

Antes de comercializar o coletor no Brasil, a empresa ouviu cerca de 8 mil mulheres para entender a relação delas com o sexo e menstruação. "Este assunto é considerado um tabu, porém consideramos importante fazer uma discussão exatamente no momento em que as mulheres exercem cada vez mais um papel de protagonistas, dando voz para seus sentimentos", enfatiza a empresária Betioli. 

79% das mulheres ouvidas na pesquisa alegam que suas líbidos aumentam no período menstrual, e 69% delas dizem que sexo e menstruação combinam. Em uma escala de 0 a 10, 8,8 das entrevistadas estariam interessadas em uma solução que permitisse fazer sexo naqueles dias sem fazer bagunça. "Desenvolvemos produtos inteligentes que questionam métodos tradicionais e que colaboram com o meio ambiente saudável por meio do autoconhecimento, aceitação do corpo e de seus fluidos", finaliza Betioli.