• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Férias aumentam em 25% o número de acidentes domésticos com crianças

Saúde

Férias aumentam em 25% o número de acidentes domésticos com crianças

Crianças menores de seis anos exigem atenção redobrada

Larissa Agnez

Redação Folha Vitória
Foto: Divulgação
Em caso de ferimentos graves, os pais devem procurar ajuda médica e manter o controle emocional. 

O período de férias escolares exige cuidados redobrados com as crianças. Além dos riscos em parques, piscinas e praias, há uma exposição maior aos acidentes domésticos. Estima-se que, neste período, haja um aumento nas ocorrências em até 25% em comparação com o restante do ano.

Mas alguns cuidados simples podem reduzir as chances de problemas. A dica do ortopedista Thanguy Friço é atenção máxima para as crianças de até seis anos. "Por serem muito pequenas, elas exigem que alguém as monitore em tempo integral. Os principais riscos são as quedas, a ingestão de produtos de limpeza ou medicamentos, e a aspiração de objetos", aconselhou.

A cozinha deve ser evitada por conter muitos itens que oferecem risco. Nos demais cômodos, é importante observar quais objetos ou móveis podem representar perigo. "As sacolas devem ser guardadas em local seguro para evitar que as crianças se sufoquem durante alguma brincadeira. Tomadas e quinas dos móveis também devem estar protegidas", acrescentou.

Em caso de acidente, os responsáveis devem manter a calma e acionar imediatamente os serviços de emergência.