Você sabe qual a ligação entre as doenças do coração e da boca?

Foto de Dra. Tatiana de Souza e Mello Brandão
Dra. Tatiana de Souza e Mello Brandão

Corações e gengivas saudáveis desempenham papéis vitais na manutenção de um corpo sadio. A doença periodontal é uma infecção bacteriana, onde as bactérias periodontais podem entrar na corrente sanguínea, passar para os órgãos importantes e dar início a novas infecções. A doença do coração (ou doença cardiovascular) é líder de mortalidade no Brasil. Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), em agosto de 2021, cerca de 14 milhões de brasileiros tinham alguma doença no coração e cerca de 400 mil morreram por ano em decorrência dessas enfermidades, o que corresponde a 30% de todas as mortes no país, sendo a principal causa de morte no Brasil. Em geral, quando os problemas cardíacos são detectados, a causa subjacente (aterosclerose) já está bastante avançada. Portanto, a prevenção, por meio do controle dos fatores de risco é fundamental. Entretanto, muitas formas das doenças do coração podem ser prevenidas. Cuidar da sua saúde bucal pode ser um passo extremamente importante quando falamos em prevenção, ao lado do controle dos já conhecidos fatores de risco das doenças do coração.

Você sabia que a principal doença bucal que afeta o coração é a doença periodontal (as famosas doenças da gengiva)? O paciente percebe apenas que sua gengiva sangra e que seus dentes estão amolecidos, porque é uma doença que não dói! Mas as bactérias dessa doença entram na corrente sanguínea, se aderem às placas de gordura das artérias coronárias (vasos sanguíneos do coração) e contribuem para a formação de coágulos. Esses coágulos podem obstruir o fluxo normal do sangue, impedindo que o coração funcione adequadamente.

Pesquisadores descobriram que as pessoas com doença periodontal têm quase o dobro das possibilidades de sofrer de doença de artéria coronária em comparação com os que não têm essa doença. A doença periodontal também pode levar o coração a desenvolver endocardite bacteriana, uma doença caracterizada pela inflamação do revestimento do coração e das válvulas cardíacas. Pacientes com um histórico de febre reumática, prolapso da válvula mitral ou sopro do coração podem necessitar de antibióticos profiláticos antes de realizar determinados procedimentos dentários.

As instruções sobre a higiene bucal são parte importante do tratamento de todos os pacientes, particularmente os portadores de doença cardiovascular. O tratamento deve concentrar-se na prevenção da doença periodontal. Essa prevenção é essencial para o controle dos problemas bucais associados à doença cardiovascular. Por isso, é muito importante que você faça manutenções periódicas com o seu dentista. Ele pode entrar em contato com seu médico para determinar o nível de cuidados e o tratamento odontológico mais adequado para o seu caso.

Foto de Dra. Tatiana de Souza e Mello Brandão

Dra. Tatiana de Souza e Mello Brandão

Dra. Tatiana de Souza e Mello Brandão é especialista em Periodontia e especialista em Odontologia do Trabalho.