Fim do Currículo Lattes? Entenda a mudança na plataforma e saiba o que fazer

Trabalho

Fim do Currículo Lattes? Entenda a mudança na plataforma e saiba o que fazer

O ministério responsável pela plataforma lançou um novo sistema de acesso ao currículo, mas usuários temem novo apagão da plataforma

Iures Wagmaker

Redação Folha Vitória
Foto: Shutterstock

A partir desta segunda-feira (16), as páginas de acesso aos sistemas Diretório de Grupos de Pesquisa (DGP), Currículo Lattes e Plataforma Integrada Carlos Chagas (PICC) passam por mudanças.

Foi criada apenas uma nova alternativa de login para os usuários, mas o anúncio da alteração repercutiu nas redes sociais, e usuários correram para a plataforma para fazer download dos dados, com medo de um novo "apagão" da plataforma. 

Segundo o Ministério de Ciência e Tecnologia, não houve qualquer mudança interna aos sistemas ou às suas bases de dados que, atualmente, são replicadas e possuem várias cópias de segurança em diferentes dispositivos de armazenamento.

A pasta afirmou, ainda, que foi implementada, também, uma nova interface para o Login do CNPq, com o objetivo de ampliar a segurança no acesso aos sistemas.

Como fazer o novo acesso

Segundo informações do Ministério de Ciência e Tecnologia, para o primeiro acesso, as credenciais serão as mesmas já utilizadas no Currículo Lattes. Estrangeiros sem CPF permanecem com a possibilidade de acesso via e-mail.

Ao fazer o primeiro acesso, o usuário será obrigado a trocar para um padrão mais seguro. Com a mudança, será possível acessar, também, pelo login gov.br Quem não tiver cadastro ainda poderá fazer uma conta.

Leia também: Servidores do ES terão feriadão no próximo final de semana

Usuários temem perda de dados

Após a divulgação da mudança no acesso, várias pessoas na rede social Twitter escreveram mensagens de alerta, como a pesquisadora Debora Diniz. Ela e outros usuários sugeriram o download dos dados referentes a trabalhos acadêmicos como forma preventiva.

"Faça cópia de seu currículo Lattes hoje. Há uma ferramenta para salvá-lo em Word. Faça isso. Repito: não faça apenas a cópia em PDF. Pode não acontecer nada. Pode ser só especulação. Mas você lembra a última vez que ficamos semanas sem acessar?", escreveu Diniz. 

Para o empresário no mercado de tecnologia Jackson Galvani, do blog Folha Digital, a atualização implementada vem para melhorar a segurança dos dados dos usuários da plataforma. 

"Os serviços à pesquisa parecem que estão 'largados' no tempo e com a atualização tende a melhorar em termos de layout e segurança. Com a atualização a partir de hoje (16) não haverá mudança interna na aplicação e no banco de dados, que são replicadas e possuem redundância (cópias de segurança em diferentes dispositivos de armazenamento)."

Por precaução, a sugestão de Galvani é que os usuários salvem o currículo em documentos para não haver perda de dados.

Leia também: FOTOS | Coruja rouba a cena e faz até pose para foto durante eclipse lunar total no ES

Como salvar seus dados

Para fazer uma cópia dos dados salvos na plataforma, siga os seguintes passos:

1 - Acesse a sua conta em "atualizar currículo";
2 - clique, no canto esquerdo, na parte inferior da tela, em "EXPORTAR CURRÍCULO"; 3 - ao abrir uma segunda tela, clique em "Exportar arquivo para (RTF)", clique em confirmar;
4 - na tela seguinte, clique em "Selecionar todos", no canto superior de sua tela, clique em confirmar.

Pronto, depois que o arquivo estiver baixado, abra-o através do Word (basta selecionar o arquivo com o botão direito do mouse e escolher o programa que deseja abri-lo, selecione o Word).

Plataforma ficou duas semanas fora do ar em 2021

Após apresentar instabilidade a partir de 23 de julho de 2021, a Plataforma Lattes foi restabelecida na noite de 7 de agosto, informou comunicado publicado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Na ocasião, a Carlos Chagas, plataforma para gerenciar o pagamento de bolsas, também voltou a ficar disponível, mas com acesso parcial às funcionalidades.

Os sistemas do CNPq, entre os quais as plataformas Lattes e Carlos Chagas, enfrentam problemas, causando preocupação em pesquisadores. A instabilidade começou porque um repositório voltado para armazenar dados dos servidores (storage) apresentou problemas. 

Após cerca de dez dias indisponíveis, os currículos do Lattes voltaram a ficar liberados para consulta, mas ainda com acesso parcial. Com o restabelecimento da plataforma, as demais funcionalidades, como cadastro e atualização de instituições, voltaram a ficar disponíveis.

Com informações do Estadão Conteúdo


Pontos moeda