Está procurando emprego? Confira dicas para se destacar no Linkedin

Trabalho

Está procurando emprego? Confira dicas para se destacar no Linkedin

É preciso pensar sobre como você quer que as pessoas te vejam e como você está se vendendo

Foto: Reprodução | Pixabay

Segundo dados da última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Mensal (PNAD Contínua), divulgada em setembro deste ano, o Brasil tem hoje 14,1 milhões de desempregados. Em entrevista, Ariel Acosta, gerente de marketing revelou as principais dicas para se destacar no Linkedin

Segundo Acosta, antes de mais nada, é preciso que o usuário deixe o perfil aberto.

"Aqueles que não tiverem as informações disponíveis acabarão sendo automaticamente desclassificados pela questão do tempo e da rapidez dos processos seletivos."

Feito isso, o primeiro passo é escolher uma foto de boa qualidade que passe a impressão de profissionalismo.

"A foto é o primeiro contato que as pessoas vão ter com a sua marca profissional. É preciso pensar sobre como você quer que as pessoas te vejam e como você está se vendendo. Querendo ou não, você está numa vitrine virtual, por meio da qual os recrutadores buscam pelo melhor talento"

Outro aspecto fundamental, de acordo com o especialista, são as palavras-chave, isto é, aquelas que irão aparecer logo abaixo do nome do candidato.

"Se você estiver desempregado, não escreva que você está 'buscando por recolocação profissional', mas sim aquilo com o que você trabalha, por exemplo: 'analista de marketing'. Desta forma, será mais fácil para os recrutadores encontrarem o seu perfil"

Na seção "Sobre", o usuário pode ir um pouco além e contar brevemente sua trajetória profissional, com o que trabalha atualmente e quais suas perspectivas para o futuro.

"É muito comum ver pessoas escreverem textos com o seguinte tom: 'Sou analista de contabilidade. Realizo pagamentos tal, tal, tal'. Isso não é recomendável. Hoje em dia, os recrutadores buscam por candidatos que transpareçam seu lado humano. É muito mais interessante, portanto, escrever algo do tipo: 'Sou analista de contabilidade. Trabalho com isso há tantos anos. Meu grande propósito de vida é tal'", diz Acosta.

Na seção "Experiência", é indicado que o usuário não escreva apenas o nome do cargo que exerce ou exerceu, como também os principais marcos de sua carreira dentro daquela empresa.

"Se você começou como estagiário, por exemplo, vale destacar que você fez parte do crescimento da empresa e de que forma a sua participação contribuiu para este feito, por exemplo: 'aumentamos as vendas em 15% com a minha colaboração'

"Já se você exerce ou exerceu um cargo de liderança, vale destacar os projetos consolidados durante o seu período de estada na empresa, por exemplo: 'implementação de tal projeto com tal impacto'", completa.

De acordo com o especialista, mesmo aqueles que não têm nenhuma experiência profissional, como universitários e jovens em início de carreira, não devem deixar a seção "Experiência" em branco.

"Se você participou de algum projeto no Ensino Médio ou na faculdade que te fez se destacar dentre os demais alunos, escreva isso".

Por fim, mas não menos importante, vale ressaltar que os usuários devem procurar recomendar pessoas com quem já tiveram boas relações profissionais.

"Se você escrever uma recomendação sobre alguém, a chance é a de que ela escreverá uma recomendação sobre você. Isso é de suma importância e agrega valor ao perfil do candidato", afirma

*Com informações do Portal R7