Ricardo Frizera
MUNDO BUSINESS

porRicardo Frizera

Jan 2020
14
Ricardo Frizera
MUNDO BUSINESS

porRicardo Frizera

Jan 2020
14

Pagamento Instantâneo, Open Banking e Sandbox são propostas do Banco Central

Em 2019, o Bacen lançou a Agenda BC#. Baseada nos pilares de inclusão, competitividade, transparência e educação financeira, a ideia é destravar o crescimento do país e aumentar a participação da iniciativa privada na economia.

Um dos principais destaques da agenda do Banco Central para a tecnologia e inovação é o open banking. Em 13 de dezembro, conversamos com Deo Rozindo, da Parati Crédito, sobre os impactos dessa nova proposta ("Os impactos do open banking no Brasil”).

Basicamente, o open banking permite que diferentes empresas (bancos, seguradoras, etc) compartilhem os dados de usuários. Assim é possível, por exemplo, que o cliente solicite análise de crédito com base nos dados de uma conta em outro banco. Para o diretor de regulação do Bacen, Otávio Damaso, o open banking é como a internet, isto é, uma rede por onde os negócios se comunicam em prol do cliente.

Outra novidade que deve entrar em funcionamento até o final de 2020, segundo o Bacen, é o pagamento instantâneo. O sistema permitirá que transferências bancárias e pagamentos sejam realizados em tempo real 24 horas por dia, durante todos os dias do ano. As opções atuais, TED e DOC, não são instantâneas e apenas funcionam em dias de semana.

Como forma de impulsionar o desenvolvimento de empresas que levam tecnologia a serviços financeiros, o Bacen está implementando o 'sandbox' regulatório. O sandbox consiste em uma flexibilização de normas para que as startups conhecidas como 'fintechs' se desenvolvam. O Bacen selecionará 20 empresas que serão observadas durante um ano sob essas regras flexibilizadas.

Em um mercado com forte concentração bancária, onde cinco incumbentes concentram 70% das operações de crédito e 80% dos depósitos, a nova agenda do Bacen promove maior competição no setor e impulsiona a produtividade. Ganha o cliente.

TV Vitória tem melhor ano da história

A TV Vitória atingiu sua menor distância com relação ao primeiro colocado na história, e foi a único canal de televisão no Espírito Santo que encerrou a década com um aumento no número de espectadores (audiência domiciliar, média anual).

Em todas as faixas horárias, a TV Vitória ficou na vice-liderança isolada, puxado principalmente pela programação local. Dados apontaram que todos os produtos televisivos locais, como o ES no Ar, Balanço Geral, Cidade Alerta, Fala Manhã e Jornal da TV Vitória tiveram mais share de audiência que as programas nacionais das respectivas faixas horárias.

De acordo com Fernando Machado, vice-presidente da Rede Vitória, “diferente do que o senso comum afirma, é possível dizer que na última década, praticamente a mesma quantidade de pessoas assistem televisão. Tecnicamente não é possível dizer que menos pessoas estão assistindo televisão no Estado (total de ligados em 2009 – 42%; total de ligados em 2019 – 43%)”.

Postado Agora

Live no Folha Vitória: Economia & Investimentos em 2020

Amanhã (15) às 09h30 da manhã mediaremos uma live com Tiago Pessotti, da APX Investimentos, e Mateus Starling, da APEX Partners, para debater as perspectivas da economia e dos investimentos no ano de 2020. Falaremos inclusive de oportunidades de investimento no Espírito Santo. Você pode acompanhar esse conteúdo exclusivo no Facebook e no Instagram do Folha Vitória.

Postado Agora

Bitcoin pode valer US$ 50 mil em 2020?

O Bitcoin pode “muito facilmente” atingir US$50.000 durante 2020, disse o CEO da Nexo, Antoni Trenchev em uma entrevista à Bloomberg. O crescimento enorme no valor do bitcoin pode acontecer por conta da redução da criação de novas unidades da moeda. “Da última vez que isso ocorreu, o preço da moeda subiu em aproximadamente 4.000%,” explicou Trenchev.

Postado Agora

Se fosse uma empresa, AirPods poderia estar entre as 50 mais valiosas dos EUA

Se for lançada em uma empresa independente, os AirPods (fones de ouvido sem fio da Apple), por si só, poderia ser uma das 50 empresas mais valiosas dos EUA. No terceiro trimestre de 2019, as remessas dos wearables (nome dado para a tecnologia "vestível") globais aumentaram quase 95% ano a ano, atingindo 84,5 milhões. Desse mercado a Apple teve 29,5 milhões de remessas vestíveis, aumento de quase 200% ano a ano.

Pular para a barra de ferramentas