Fundos de ações têm a maior rentabilidade em fevereiro, informa Anbima

Economia

Fundos de ações têm a maior rentabilidade em fevereiro, informa Anbima

Redação Folha Vitória

São Paulo - Os fundos de ações foram destaque de rentabilidade de aplicações em fevereiro impulsionados pela alta de 10% do Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, de acordo com boletim divulgado pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). A maior rentabilidade do período ficou com a categoria Ações FMP-FGTS (15,21%) e Setoriais Livre (9,72%), por conta da valorização das ações da Petrobras no período, que compõe grande parte das carteiras dos fundos dessas modalidades. Já a categoria Ações Sustentabilidade/Governança apresentaram ganhos de 8,36% e o Ações IBRx Ativo, 8,27%.

Considerando o bimestre, no entanto, os fundos multimercado despontam com as melhores rentabilidades. O destaque de alta fica com o multimercados macro, com ganho de 4,66% no acumulado dos dois primeiros meses do ano. Em seguida vem a modalidade Multimercados Multiestratégia, com alta de 3,84%.

Olhando para a captação dos fundos em fevereiro, a entrada líquida de recursos somou R$ 4,3 bilhões. No ano a captação líquida ficou em R$ 5,1 bilhões, segundo a Anbima. De acordo com a entidade, em fevereiro a categoria curto prazo foi a que registrou maior captação líquida, com entrada de R$ 3,2 bilhões. Isso porque, explica a associação, houve entrada de recursos concentrada em um fundo pertencente ao Poder Público. No ano essa modalidade também lidera as captações, com entrada líquida de R$ 10,7 bilhões.

Em fevereiro e no bimestre, os fundos multimercados têm o maior resgate líquido, com saída de R$ 3,8 bilhões e R$ 11,5 bilhões, respectivamente.