ONS prevê nível de reservatórios em 10% em novembro se houver economia de 0,6%

Economia

ONS prevê nível de reservatórios em 10% em novembro se houver economia de 0,6%

Redação Folha Vitória

Brasília - Se as campanhas de redução do consumo de energia forem bem-sucedidas e conseguirem que os consumidores economizem 0,6%, será possível atravessar o ano de forma que o nível dos reservatórios das hidrelétricas atinja 10% em novembro, disse o diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Hermes Chipp. Esse nível é considerado o mínimo necessário para garantir o abastecimento de energia. Segundo ele, o governo tem uma expectativa preliminar de que o consumo de energia neste ano deve crescer apenas 1% em relação a 2014. A previsão inicial era de uma alta de 3,2%.

Segundo Chipp, não há nenhuma indicação de que haja necessidade de decretar um racionamento de energia no País. "Não tenham dúvida de que, se houver alguma indicação, serei o primeiro a recomendar, avisar o ministro e divulgar", afirmou, durante audiência pública na Câmara dos Deputados. "A hidrologia está melhorando e temos um fator fundamental, que é a carga, que revisamos quadrimestralmente. Há uma expectativa preliminar de que o crescimento de 3,2% que iria haver em 2015 ante 2014 pode chegar a algo perto de 1%", disse. "Isso sem considerar todo o efeito das campanhas de uso eficiente de energia e as bandeiras tarifárias. Teremos a primeira visão sobre o impacto das medidas para o consumidor nas contas de luz em março."