Produção de celulose cresceu 9,7% em fevereiro

Economia

Produção de celulose cresceu 9,7% em fevereiro

Redação Folha Vitória

São Paulo - Em fevereiro, a produção brasileira de celulose atingiu 1,306 milhão de toneladas, alta de 9,7% na comparação com o mesmo período de 2014. As exportações totalizaram 873 mil toneladas, 19,9% acima do verificado em 2014. Os dados constam em boletim mensal da Indústria Brasileira de Árvores (Ibá). As vendas domésticas, por sua vez, ficaram estáveis em 145 mil toneladas.

Já a produção de papel recuou 1%, de 825 mil toneladas em fevereiro de 2014 para 817 mil toneladas neste ano. As exportações de papel atingiram 139 mil toneladas no segundo mês deste ano, volume 9,7% menor do que o registrado em igual intervalo do ano passado. As vendas internas também caíram, 7,5%, para 408 mil toneladas.

No segmento de painéis de madeira, a produção em janeiro foi de 590 mil metros cúbicos, volume 8,2% menor do que o de um ano atrás. O volume exportado no primeiro mês do ano somou 36 mil metros cúbicos, crescimento de 16,1% sobre o mesmo período do ano passado, quando as exportações foram de 31 mil metros cúbicos. As vendas domésticas totalizaram 476 mil metros cúbicos, recuo de 14,7%

Na soma de janeiro e fevereiro de 2015, a receita de exportações de celulose, painéis de madeira e papel totalizou US$ 1,158 bilhão, o que representa um recuo de 6,3% em relação ao ano passado, quando o total foi de US$ 1,236 bilhão. O saldo da balança comercial do setor no mês passado é de US$ 899 milhões, valor 4,4% menor na comparação com igual mês de 2014.

As vendas de celulose para a China, segundo maior mercado para esse produto brasileiro, somaram US$ 300 milhões, alta de 5,6% ante janeiro e fevereiro do ano passado. O maior avanço foi identificado na América Latina, de 137,5%, de US$ 8 milhões em 2014 para US$ 19 milhões em 2015. O maior mercado em receitas, contudo, continua o europeu, com US$ 340 milhões, mas que apresentou uma queda de 10,3% ante 2014.