Fonte: Governo não fará divulgações parciais sobre o orçamento

Economia

Fonte: Governo não fará divulgações parciais sobre o orçamento

Redação Folha Vitória

Brasília, 27 (AE) - Devido à enorme dificuldade em definir a alta de tributos e as receitas com as concessões de três hidrelétricas, não está descartada a possibilidade de o governo publicar um decreto no dia 30 com um contingenciamento maior e só depois divulgar as receitas adicionais. Com essa alternativa, depois seriam elaborados um novo relatório de avaliação de receitas e despesas e um novo decreto, com mais tempo para o governo negociar o aumento de impostos.

"É uma alternativa. Vamos discutir amanhã", disse um integrante da equipe econômica ao Broadcast. Há uma avaliação, no entanto, que essa alternativa passaria uma sinal muito ruim de gestão. Mas, se necessário, o governo terá que optar por esse caminho.

A fonte reconheceu que está muito difícil não só uma definição sobre alta de impostos como também sobre a previsão de receitas extras com a concessão três hidrelétricas da Cemig. "Estamos esperando o Superior Tribunal de Justiça decidir amanhã", disse.

O governo corre contra o tempo, porque tem só até o dia 30 para publicar o decreto com o contingenciamento necessário para cobrir o rombo de R$ 58,2 bilhões no Orçamento.