Legisladores dos EUA questionam USDA sobre carne importada do Brasil

Economia

Legisladores dos EUA questionam USDA sobre carne importada do Brasil

Redação Folha Vitória

Washington - Legisladores nos EUA estão pressionando o Departamento de Agricultura do país (USDA) para saber se a carne importada do Brasil oferece risco para consumidores norte-americanos. A senadora democrata Debbie Stabenow, de Michigan, pediu que o serviço de segurança alimentar do USDA revele se já identificou carne adulterada do Brasil e preste esclarecimentos sobre o protocolo para importação do produto brasileiro.

Os primeiros embarques de carne bovina in natura do Brasil para os EUA ocorreram em outubro do ano passado. "Estou preocupada com a segurança de produtos alimentares que estão entrando no país vindos do Brasil, e possivelmente colocando cidadãos americanos em risco", disse a senadora.

Nos últimos dias, União Europeia, Chile, China, Egito, Hong Kong, Jamaica, Japão, México, Suíça e África do Sul suspenderam total ou parcialmente as importações de carne brasileira, em decorrência das irregularidades reveladas pela Operação Carne Fraca, da Polícia Federal. Participantes do mercado agora estão se perguntando se os EUA farão o mesmo.

Na segunda-feira, o USDA disse que autoridades do governo estão testando toda a carne in natura e produtos processados importados do Brasil para identificar possíveis agentes patogênicos e realizando exames mais detalhados nesses produtos. Fonte: Dow Jones Newswires