Produção industrial dos EUA registra em abril maior alta desde novembro de 2014

Economia

Produção industrial dos EUA registra em abril maior alta desde novembro de 2014

Redação Folha Vitória

Washington - A produção industrial dos Estados Unidos subiu 0,7% em abril ante março, segundo dados publicados hoje pelo Federal Reserve (Fed, o BC norte-americano). O resultado superou a expectativa de analistas consultados pelo Wall Street Journal, que previam acréscimo de 0,3%.

O aumento na produção de abril, o maior desde novembro de 2014, basicamente refletiu a maior demanda por energia elétrica e gás natural. As concessionárias do setor nos EUA ampliaram a produção em 5,8% em abril ante o mês anterior, após temperaturas mais elevadas do que o normal em março.

A demanda por bens de consumo mais caros, como máquinas e carros, também cresceu, impulsionando a manufatura. Nas fábricas, houve aumento de 0,3% na produção em abril. Nas mineradoras, por outro lado, a produção encolheu 2,3% ante março.

Na comparação anual, a produção industrial teve queda de 1,1% em abril. Apenas a produção do setor manufatureiro, maior componente do dado, registrou alta anual de 0,4%, mas a atividade mineradora diminuiu 13,4%.

A taxa de utilização da capacidade instalada, uma medida da ociosidade na indústria, subiu 0,5 ponto porcentual em abril, a 75,4%. A leitura, no entanto, ficou 4,6 pontos porcentuais abaixo da média histórica. Nesse caso, analistas previam a taxa a 75,0%.

Os dados de março foram revisados pelo Fed. A produção industrial caiu 0,9% ante fevereiro e a taxa de utilização da capacidade ficou em 74,9%. Originalmente, estimou-se queda de 0,6% na produção e taxa de utilização a 74,8%. Fonte: Dow Jones Newswires.