• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Confederações nacionais apresentam ao governo balanço do impacto da greve

Economia

Confederações nacionais apresentam ao governo balanço do impacto da greve

Seis confederações nacionais apresentaram ao governo um balanço da situação dos setores produtivos diante da greve dos caminhoneiros e fizeram propostas para reduzir os danos e retomar a normalização do abastecimento no País. Participaram da reunião com o ministro Eliseu Padilha as confederações da indústria, do comércio, do transporte, da agricultura, das instituições financeiras e da saúde.

Em nota, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) avalia que há "melhoras pontuais na distribuição de insumos e produtos". A expectativa da CNI é que a operação logística nas estradas se normalize até a próxima semana para o setor.

Entre as demandas da CNI estão o aumento das ações de desobstrução de vias e proteção de cargas e caminhões; prioridade na proteção de cargas críticas e de alto risco (produtos químicos, insumos hospitalares, alimentos); extensão da validade de notas fiscais para circulação de produtos; e ampliação de prazo para recolhimento de tributos para viabilizar pagamento de salários aos trabalhadores.

Já a Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA) pediu, entre suas demandas medidas de cuidado com os descartes sanitários principalmente de frutas, mas não especificou o que seria feito. A CNA calcula um prejuízo inicial de R$ 6,6 bilhões para os produtores rurais por conta da paralisação dos caminhoneiros.