• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Impacto da greve na indústria já é de R$ 77 mi e deve aumentar, diz Firjan

Economia

Impacto da greve na indústria já é de R$ 77 mi e deve aumentar, diz Firjan

Os setores mais afetados foram minerais não metálicos, moda e alimentos e bebidas

Pesquisa realizada pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) indica que 9 em cada 10 indústrias fluminenses foram afetadas pela greve dos caminhoneiros. O principal problema, que afetou 70% das companhias pesquisadas, foi falta de insumos e 60% delas reduziram a produção. O impacto no PIB da indústria de transformação do Estado, apenas na semana passada, é estimado pela área de pesquisa econômica da federação em R$ 77 milhões.

"O que mais preocupa é que não há otimismo com o fim dos impactos da greve para essa semana. As empresas ainda sentem o risco de abastecimento", disse o vice-presidente da Firjan, Sergio Duarte. Ele estima que a regularização só ocorrerá em 15 dias.

Segundo ele, as empresas estão preocupadas com as receitas nesse fim de mês. De várias formas, mais da metade das empresas relataram problemas para o escoamento da produção e 32% delas estavam sem combustível.

"A virada do mês, com entrada de recebíveis menor na indústria, pode ter efeito em cascata muito maior. As duplicatas continuarão vencendo", disse.

A Firjan ouviu 318 empresas, de todos os portes, que empregam 38 mil trabalhadores, entre os dias 25 e 26 de maio. Os setores mais afetados foram minerais não metálicos, moda e alimentos e bebidas.