Cariacica atrai novas empresas e desenvolvimento criativo

RIQUEZAS DE NORTE A SUL

Economia

Cariacica atrai novas empresas e desenvolvimento criativo

A cidade que compõe a Grande Vitória é uma importante rota logística e, por isso, tem ganhado cada vez mais espaço para investimentos no Espírito Santo

Foto: TV Vitória

Cariacica, cidade da Região Metropolitana por onde passam duas rodovias federais que cortam o Espírito Santo, a BR-101 e a BR-262, tem fácil acesso à região portuária e ao aeroporto. Além de fazer limite com a Região Serrana. Essas características chamam a atenção de grandes empresas, como a Transilva. Uma das maiores transportadoras do Brasil, que cresce junto com Cariacica. Ela esta há 47 anos no município.

De olho nas oportunidades ofertadas pela cidade, Adilson Simões, diretor comercial da Transilva, criou outro negócio: a Codepe. Empresa de locação de galpão logístico e serviços de armazém, que também já está há mais de 40 anos em Cariacica. Além da estrutura do condomínio ajudar o município a atrair mais empresas, gera novas oportunidades de emprego.

LEIA TAMBÉM: Além de belas praias, Vila Velha tem turismo religioso, cultural e histórico

Entre as empresas do condomínio está a Ciclo Logística. Há cinco anos mudou para Cariacica por causa da posição geográfica do município e passou a ajudar a comunidade vizinha. 

“Temos projetos sociais, damos capacitação e ofertamos emprego para as pessoas que vivem na comunidade”, explicou Carlos Denis Rodrigues, diretor comercial Ciclo Logística.

Cariacica vem crescendo. Empresas de negócios e serviços estão sendo construídas em novos parques industriais e, inclusive, o Hospital Geral de Cariacica, uma obra do governo do Estado que terá capacidade de atender 130 mil pessoas por mês. 

De acordo com o prefeito, Euclério Sampaio, isso se deve à desburocratização e aos incentivos fiscais ofertados na cidade. Em 2021, foram criadas 9.549 empresas em Cariacica. Desde micros até grandes negócios.

LEIA TAMBÉM: Diário de Bordo: Cariacica tem potencial na indústria, agronegócio e turismo

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo, Armando Garcia, explica ainda que, para atrair negócios que estimulem o desenvolvimento criativo e de novas ideias para Cariacica, foi criado a Lei do Mosaico de Inovação. A cidade foi dividida em cinco mosaicos, cada um compreende um grupo de bairros. 

“Dentro desses espaços, o município incentiva a instalação dos novos empreendimentos, por meio da redução da alíquota do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), que cai de 5% para 2%”, conta o secretário.

Como resultado, Cariacica está em terceiro lugar na distribuição do ICMS no Estado. Perde apenas para Vitória e Serra. O imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços é o que mais contribui para os cofres públicos. É a maior renda fiscal do governo.

*Texto escrito pela jornalista Adriana Berlink, da TV Vitória/Record TV.

Pontos moeda