Levy insiste em viajar aos EUA apesar de contraindicação médica

Economia

Levy insiste em viajar aos EUA apesar de contraindicação médica

Redação Folha Vitória

Brasília - Após passar mal nessa última noite, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, está irredutível em desistir da viagem aos Estados Unidos, onde vai acompanhar a presidente Dilma Rousseff em visita oficial ao país. A informação foi dada ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, por assessores do ministro. Dilma deixou há pouco o Palácio da Alvorada e seguiu para a Base Aérea de Brasília para o embarque.

Assessores do ministro informaram também que ele viajará em voo comercial hoje à noite, mas seu médico ainda tenta convencê-lo da gravidade de seu estado de saúde. Levy apresentou na noite de ontem quadro de embolia pulmonar e ficou no Hospital do Coração por algumas horas para realizar exames.

A assessoria de Levy ainda disse que ministro passou o resto da noite na casa de um amigo e que o médico o visitaria agora pela manhã.

O ministro da Fazenda tem uma rotina de trabalho muito estressante. Costuma chegar ao prédio do Ministério antes das 9 horas e não deixa a sede da pasta antes das 2 horas da madrugada, e isso sempre com uma agenda lotada dentro e fora do Ministério. Levy frequentemente deixa de fazer as principais refeições e não tem dormindo muito.