Levy: repatriação de recurso no exterior tem de ser feita com equilíbrio

Economia

Levy: repatriação de recurso no exterior tem de ser feita com equilíbrio

O ministro afirmou que para entrar no regime será preciso demonstrar a origem do dinheiro e que atualmente é muito fácil separar dinheiro lícito do ilícito

Redação Folha Vitória
"Temos procurado receitas", disse Foto: Estadão Conteúdo

São Paulo - O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, afirmou nessa quinta, 23, que a proposta de repatriação de dinheiro no exterior tem de ser feita "com equilíbrio". "Olhamos com atenção essa proposta", disse em entrevista à jornalista Miriam Leitão, transmitida nesta quinta-feira pela GloboNews.

Levy disse que o fato de a medida estar acoplada à reforma do ICMS faz dela uma das ações que ajudarão o País a retomar o caminho do crescimento. "Temos procurado receitas", disse. Estima-se que a regularização de ativos no exterior, a chamada repatriação de recursos, pode trazer R$ 11,4 bilhões aos cofres do governo.

O ministro afirmou que para entrar no regime será preciso demonstrar a origem do dinheiro e que atualmente é muito fácil separar dinheiro lícito do ilícito, com a ajuda dos bancos. "Todo mundo sabe acompanhar o caminho do dinheiro", afirmou.