• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Supermercado virtual e loja sem vendedor. Saiba como funcionam esses serviços no ES

Economia

Supermercado virtual e loja sem vendedor. Saiba como funcionam esses serviços no ES

Com serviços de e-commerce e lojas automatizadas, diversos estabelecimentos oferecem qualidade e comodidade aos consumidores

Iures Wagmaker

Redação Folha Vitória
O cliente pode fazer compras de supermercado sem sair de casa. | Foto: Iures Wagmaker

Se você é do tipo que gosta de aproveitar as facilidades permitidas pela tecnologia, certamente já realizou alguma compra pelo e-commerce. A modalidade de comércio realizada por meio da internet vem atraindo cada vez mais consumidores e comerciantes que estão de olho nas tendências tecnológicas.

De acordo com dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), em 2017 a modalidade do serviço no Brasil registrou um crescimento de 12% em relação ao ano anterior, o que representa um faturamento de quase R$ 60 bilhões. A estimativa é que neste ano o crescimento seja superior a 15%.

Diante deste cenário, diversos estabelecimentos capixabas estão apostando na tecnologia para oferecer cada vez mais comodidade e tranquilidade aos clientes. Consequentemente, os investimentos atraem mais consumidores e geram um relacionamento entre cliente e comerciante.

Uma rede de supermercados, com lojas em toda a Grande Vitória e em algumas cidades do interior, trabalha, há cerca de um ano, com o comércio virtual dos produtos. Segundo o diretor da rede, Fábio Coutinho, a oferta do serviço nasceu da demanda dos próprios clientes. “Já tínhamos a demanda de disque entrega, que o cliente ligava e nós separávamos as compras. Isso foi tomando um corpo cada vez maior e foi aí que surgiu este serviço online”, disse.

Coutinho também afirma que com a nova modalidade de comercialização, o cliente tem mais comodidade e tranquilidade. De acordo com o diretor, o trabalho é realizado com base na confiança mútua. “O contato, embora virtual, é de muita confiança, pois separamos os produtos e entramos até na casa deles. É uma troca de experiências muito bacana com os clientes ”, afirmou.

Entenda como funciona o serviço:

O funcionamento é simples. Por meio do site da rede ou de um aplicativo para smartphone, o cliente escolhe todos os produtos que deseja comprar, podendo ter controle no carrinho de compras virtual. A variedade, a qualidade e os valores dos itens dispostos na internet é o mesmo praticado nas lojas físicas.

Durante a escolha de alguns produtos, o cliente ainda pode selecionar de acordo com as preferências. Ao comprar uma fruta, por exemplo, o consumidor escolhe opções como madura ou verde. Carnes e frios também são vendidos com opções conforme o gosto e a necessidade do freguês.

Ao finalizar a compra, o cliente pode efetuar o pagamento via internet, com cartões de crédito das principais bandeiras. Se preferir, pode pagar a conta no ato do recebimento, podendo ser no dinheiro, nos cartões de crédito e débito e, até mesmo, com cartão de vale alimentação. Caso o cliente prefira, as compras podem ser retiradas em qualquer unidade da rede.

Após a confirmação do pedido, a lista de compras é recebida por uma equipe específica. Os colaboradores escolhem os produtos e selecionam frutas, legumes, verduras e carnes conforme a especificação realizada pelo cliente no momento da compra. Posteriormente, após a conferência, os produtos são embalados e encaminhados para a entrega. O consumidor também pode agendar o horário que quer receber a compra.

De acordo com o diretor da rede, todo o processo de seleção, conferência e seleção dos produtos é realizado com atenção para manter a credibilidade da rede com o cliente. Coutinho também lembra que não há valor mínimo para compras efetuadas. “Trabalhamos apenas com a taxa de serviço, que engloba o transporte e o serviço das compras para o cliente”, afirma.

Loja automatizada

Outra novidade que está chamando a atenção dos capixabas é uma loja que funciona em Vitória. O diferencial é que ela não possui atendentes e o próprio cliente escolhe os produtos, efetua o pagamento e leva a compra para casa.

O estabelecimento funciona durante 24 horas e está localizado na Praia do Canto. Para entrar na loja, é preciso baixar um aplicativo, fazer o cadastro e gerar uma chave virtual. 

Em março deste ano, a repórter Ana Carolina Monteiro, da TV Vitória / Record TV, conheceu essa novidade. Confira!

Tecnologia necessária

De acordo com o diretor da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Espírito Santo (Fecomércio - ES) José Carlos Bergamin, os avanços tecnológicos aliados à prestação de serviço no comércio é uma realidade necessária para levar o produto cada vez mais perto do cliente.

"Não é mais o cliente que vem ao encontro do produto. É a loja que vai bater a porta do cliente. Temos a missão de desmistificar e convidar todo o varejo a considerar que o negócio precisa ser rapidamente colocado no nível da expectativa que o cliente precisa", afirmou.

Bergamin também destaca que a tecnologia não é mais algo de outro país e nem está mais tão longe do povo capixaba. "São necessidades ter um negócio moderno e utilizar os recursos de comunicação, que faça com que a proposta seja percebida e o cliente possa dar valor ao produto. Não podemos mais achar que é coisa de filme ou miragem científica. Isso está acontecendo aqui e agora", disse.

Sobre a questão dos empregos, o diretor lembrou que a mão de obra também precisa acompanhar o avanço da tecnologia. "Os empregos serão realocados. O mundo foi feito assim. Não temos que ter medo de mudar. Ou mudamos, ou nos mudarão. Então que a mudança aconteça conosco".

O diretor também afirma que os avanços tecnológicos estão presentes em todos os setores. Por isso, cada um precisa se adaptar e se destacar. "Não se trata algo do varejo ou da logística. Isso está em todos os setores. É uma transformação em tudo. Cada negócio tem o seu estado e uma necessidade. É preciso criar algo relevante e importante para que o produto seja destaque entre os demais", concluiu.